SEGURANÇA PUBLICA: CRIANÇA DE APENAS 8 ANOS VIRA REFEM EM ASSALTO NO INTERIOR DO MA

13 de outubro de 2016 0 Por blogh
page

Elementos do Goiabal e Mutirão, disseram que foi a primeira vez que praticaram assaltos.

É revoltante, e ao mesmo tempo constrangedor, o que aconteceu ontem (12), em Trizidela do Vale. Três elementos que estavam realizando assaltos botaram terror no momento que abordavam algumas vítimas. Uma senhora de idade por pouco não foi alvejada por um tiro, quando tentava livrar a neta das mãos dos bandidos.

O que mais causou indignação, foi uma mãe testemunhar a filha de apenas oito anos de idade ser abordada por um dos marginais, que colocou o revólver sobre a cabeça da inocente, e tomou o celular. O caso aconteceu na Rua Nova Brasília, em Trizidela do Vale.

O Blog teve acesso a confissão de dois dos três bandidos que praticaram os roubos ontem (12), em Pedreiras e Trizidela do Vale, quando afirmaram que tinham roubado uma moto e praticado os assaltos, mas disseram que tudo foi a primeira vez; só que a Polícia Militar não acreditou nas versões. Um disse que é do bairro Mutirão, e o outro confirmou ser do bairro Goiabal.

img-20161013-wa0001

Suspeito de ter colocado o revólver sobre a cabeça de uma criança e atirar contra uma idosa.

A violência contra a criança e contra uma idosa, mostra que esses desocupados, marginais, delinquentes, bandidos não temem nada e não respeitam ninguém. O que uma criança de oito anos ou uma idosa podem fazer pra se defender desses bandidos? Seria importante que essas denúncias chegassem ao conhecimento das nossas autoridades, e, que as mesmas tomassem medidas drásticas, como vem sendo tomadas, quanto aos menores infratores, para tirar de circulação elementos como esses que não têm respeito pela vida de ninguém.

Três anos de reclusão ainda é pouco, mas, pelo menos é tempo suficiente para que esses projetos de bandidos pensem um pouco, e se coloquem no lugar das vítimas que eles tantos já afizeram mal.

Continuemos acreditando nas nossas polícias e na justiça. Temos certeza que esses marginais não sairão impunes desses crimes que comentaram ontem (12).

Que a justiça seja feita e a população possa voltar a ter mais um pouco de paz, por enquanto.