RECONHECIMENTO DO TRABALHO: PINHEIRO TROCA EXPERIÊNCIAS DE RESPOSTA À PANDEMIA DA COVID-19

26 de agosto de 2020 0 Por blogh

Representantes da  Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), órgão vinculado a Organização Mundial de Saúde (OMS),  com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), estiveram em Pinheiro nesta quarta-feira (26), em ação para conhecer as políticas locais de enfrentamento à COVID-19. Pinheiro foi uma das 4 cidades (Pinheiro, São Luís, São José de Ribamar e Santa Inês) visitadas  pela organização.

O prefeito Luciano Genésio e a deputada Dra. Thaíza Hortegal, acompanharam a visita. O objetivo é trocar experiências entre profissionais da área de saúde, vigilância, assistência e comunicação, que atuam nos estados do país. Pinheiro foi escolhida devido ao êxito no combate à pandemia. Na cidade foram visitados SEMUS, Centro de Especialidades Médicas, Unidades Básicas de saúde municipais, o hospital Dr. Antenor Abreu, o Hospital Materno Infantil e o Hospital Macrorregional Dr. Jackson Lago.

“Relatamos nossas experiências nessa luta com um trabalho eficiente de monitoramento e identificação de pacientes até o processo de atendimento nas unidades de saúde. Mas também expressamos preocupações sobre temas ainda latentes, sobre como lidar com o retorno às aulas e o surgimento de estudos relacionados a reinfecção pela COVID-19”, relatou a deputada, Dra. Thaíza.

As ações exitosas de Pinheiro foram apresentadas juntamente com os resultados. Desde o início da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Pinheiro iniciou as medidas de combate ao vírus. As medidas resultaram no achatamento da curva de contágio e em número mínimo de mortes e internações.

“Nosso principal objetivo é troca de experiências bem sucedidas. Nós temos uma equipe aqui que é composta de secretarias de outros estados e da Fiocruz. E que através desse intercâmbio a gente espera fazer a difusão dessas experiências bem sucedidas para que a gente possa compartilhar isso futuramente em um cenário nacional”, disse Rodrigo Said, representante da OPAS/OMS.

Com atitudes como, os decretos que regulamentaram o distanciamento e isolamento social da população,  a instalação de UTI e UCI com leitos preparados para atender casos graves da doença, a adoção de protocolo eficiente no tratamento da doença, campanha de conscientização da população, distribuição de kits de medicamentos, a oferta de testes, a realização de atendimento itinerante com testagem, Pinheiro conseguiu obter êxito no combate à pandemia.

“Adotamos um protocolo de uma médica do Piauí, distribuímos mais 20 mil kits de medicamentos, instalamos leitos de UTI, colocamos 18 respiradores através de convênios estadual e federal, além dos presentes no município. No pico, chegamos a 95% dos leitos preenchidos, o que nos preocupou bastante, mas ainda assim tivemos êxito pelo baixo índice de mortalidade. Além das demais ações, fechamos a cidade, até hoje realizamos mutirões de saúde nos diversos bairros e aos poucos estamos retomando as atividades. Hoje, apenas 10% leitos estão ocupados”, disse o prefeito Luciano.