O futuro político de Waldir Maranhão

3 de maio de 2016 0 Por blogh
waldir_maranhao_antonio_augusto_camara_dos_deputados-264486
O perde e ganha (1)
O deputado Waldir Maranhão pode até cair em desgraça perante o seu “tutor” na Câmara, Eduardo Cunha, pelo voto dado contra o impeachment, mas não com Flávio Dino, que o convenceu a mudar a posição na véspera. E ainda por cima, o PP está por inteiro com Michel Temer.
O perde e ganha (2)
Para Waldir Maranhão, que precisa se reeleger em 2018, mostrar compromisso com Flávio Dino tem muito mais valor perante seu eleitorado do que ficar cegamente fiel a Eduardo Cunha, cujos rolos que enfrenta na Câmara e no Supremo Tribunal Federal dificilmente o deixarão a salvo. Mesmo com todo o seu talento para manobrar.
O perde e ganha (3)
E ainda tem mais: caindo Eduardo Cunha antes de terminar o seu mandato na presidência da Câmara, ascende ao posto o vice Waldir Maranhão, que enfrenta, também, investigação no Ministério Público Federal, mas não a ponto de perder o mandato já, já.
O perde e ganha (4)
Por falar nele, Waldir não está ferrado como adversários de Flávio Dino admitem. O contrário, ele perdeu o controle do PP para o habilidoso André Fufuca, mas já emplacou o cunhado, José Alexandre da Costa Machado, na presidência nacional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Com informações de O Imparcial.