Mãe de Sérgio Moro é vaiada durante homenagem ao dia da mulher; vídeo

9 de março de 2016 0 Por blogh

Do G1

A mãe do juiz Sérgio Moro, Odete Moro, de 70 anos, foi vaiada ao ser homenageada pelo Dia Internacional da Mulher durante uma sessão na Câmara de Vereadores de Maringá, no norte do Paraná, na noite de terça-feira (8).

Ao ser anunciada para receber flores e um certificado do vereador Ulisses Maia (PDT), Odete primeiramente foi aplaudida pelos populares presentes na sessão, mas, na sequência, também recebeu vaias. O presidente da Casa, Chico Caiana (PTB), interrompeu o ato e pediu respeito à homenageada. Assista ao vídeo acima.

Segundo a assessoria da Câmara, os vereadores aprovaram em plenário a realização de uma homenagem a 15 mulheres maringaenses que se destacam no município pela realização de projetos em prol da sociedade. Cada parlamentar era responsável por indicar um nome. O vereador Ulisses Maia indicou a mãe do juiz Sérgio Moro.

Ao G1, Maia contou que a indicação de Odete se deu porque ela atua ativamente em projetos ligados à igreja católica na cidade e realiza um projeto de distribuição de comida para pacientes que esperam por atendimentos em hospitais da cidade. “Um grupo de 10 a 20 pessoas vaiaram e gritaram jargões a favor do Lula na hora em que ela foi chamada. Ela foi hostilizada. Foi um ato desnecessário, pois era uma homenagem apartidária”, disse o vereador.

O fato de ser mãe do juiz Sérgio Moro, que é responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, também contou para a indicação, destacou o vereador. “Ela educou com muito caráter uma pessoa que está dando esperança aos brasileiros no combate à corrupção. Ela é mãe de uma pessoa que está fazendo o bem para o país”, argumentou o vereador.

“Acredito que não era o melhor momento para a realização desse ato político. Os manifestantes não tiveram respeito pelas homenageadas. Quando pedi por ordem, o ato cessou”, disse o presidente Chico Caiana.

Também foram homenageadas na sessão: Francisca Puertas Mandarino, Maria Tereza Garcia Cordeiro, Silvia Martins, professora doutora Ana Lúcia Rodrigues, Fátima Aparecida Costa Zanotin, Iraídes Baptistoni, Jane dos Santos Ramos Rodrigues, Helena Alves da Silva,  Cleide Roseli Florêncio Valadares,  Maria de Lourdes Boiago Boni, Maria da Conceição Franco, Elizete Maria Andreola, Mary Selma Don Alonso Rodriguez Brandão e a cantora Febeani Correa Santos.