Em dois anos, Governador Nunes Freire contabiliza o terceiro “assassinato político”

24 de agosto de 2016 0 Por blogh
image-118-640x419

Vereador Esmilton assassinado na noite dessa terça-feira (23); blogueiro Ítalo Diniz morto no dia 13 de novembro de 2015 e vereador Paulo Lopes executado no dia 01 de março de 2014.

O vereador Esmilton Pereira dos Santos, de 45 anos, foi assassinado na noite dessa terça-feira (23) com tiros ao chegar em casa, na cidade de Governador Nunes Freire (MA), a 180 km da capital maranhense, São Luís.

Esmilton Santos era trabalhador rural, segundo informou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estava em seu quarto mandato como vereador do município e era candidato a reeleição pelo PRB.

Natural de Lago Verde (MA), Esmilton Santos será velado na residência do pai do vereador, na própria cidade de Governador Nunes Freire. De acordo com a polícia, até o momento foram identificadas 15 perfurações de balas pelo corpo do vereador. Os policiais também informaram que já trabalham com a hipótese de o crime ter sido por encomenda.

Outros crimes

Este foi o segundo vereador assassinado em menos pouco mais de dois anos na cidade. No dia 10 de março de 2014, Paulo Lopes Sales, 36 anos, vereador do PT que fazia oposição ao prefeito, morreu após ter sido encontrado com várias fraturas no crânio, por suposto espancamento, na BR-316, entre Governador Nunes Freire e Maracaçumé. O caso aconteceu no no dia 1º de março daquele ano.

Outro crime com digitais política foi o do blogueiro Ítalo Diniz, assassinado no dia 13 de novembro de 2015. Ele estava acompanhado de amigos em frente à sua residência quando foi surpreendido por dois elementos que estavam em uma moto. Os assassinos se aproximaram e dispararam quatro tiros contra a vítima e um dos amigos. Atingido, Ítalo morreu instantes depois.