Categoria: Policial

FIM DO PERÍODO DE ADEQUAÇÃO: SISTEMA DE MONITORAMENTO COMEÇA A AUTUAR INFRAÇÕES EM DEZEMBRO

A Central de Monitoramento Eletrônico de Trânsito das vias públicas de Pinheiro foi inaugurado no dia do aniversário da cidade, três (3) de setembro. A Prefeitura de Pinheiro através da Secretaria Municipal de Trânsito e transporte trouxe para o município o que há de mais moderno em ferramentas de vídeo monitoramento.

Em sua composição o sistema possui 12 câmeras instaladas na avenida principal, rodoviária antiga e rodoviária nova. O objetivo é acompanhar a movimentação dessas vias, coibir a ação de criminosos na prática de furtos e roubos e identificar infrações de trânsito, a princípio sem autuação.

Foi dado um prazo de 90 dias aos condutores para educação e adequação à Central de Monitoramento Eletrônico de Trânsito, esse prazo acaba em dezembro, portanto, a partir do dia 2 de dezembro o monitoramento eletrônico também será utilizado para punir infrações de trânsito, por meio de multas e advertências.

As câmeras têm alta qualidade de imagem, alcançam 1500 metros de captação e tem abrangência de 360º graus. O monitoramento será frequente no modo 24/7, a central contará com 6 telas simultâneas e capacidade de armazenamento de imagem por 30 dias.

“A Central de Monitoramento Eletrônico de Trânsito faz parte de um pacote de ações que visam tornar à cidade mais segura. Tornamos às vias e bairros mais iluminados, agora estamos ampliando e modernizando o vídeo monitoramento que já existe no município promovendo mais segurança no trânsito. A expectativa é uma redução considerável no número de roubos, furtos, acidentes e irregularidades no trânsito.” Disse o Prefeito Luciano.
Para evitar uma possível autuação siga as leis de trânsito, use o cinto de segurança, em caso de motocicletas use o capacete, respeite a sinalização, não estacione em local proibido, não ultrapasse o sinal vermelho, respeite a velocidade do perímetro em que está trafegando. Fique atento!

Por blogh 21 de novembro de 2019 0

DONOS DE VEÍCULOS NÃO PRECISARÃO PAGAR O SEGURO DPVAT A PARTIR DE 2020

Quem for fazer novo emplacamento ou renovar o registro do seu veículo a partir do próximo ano vai estar dispensado de uma das despesas. Nesta segunda-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro assinou medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o chamado Dpvat.

De acordo com o governo, a medida tem por objetivo evitar fraudes e amenizar os custos de supervisão e de regulação do seguro por parte do setor público, atendendo a uma recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Pela proposta, os acidentes ocorridos até 31 de dezembro de 2019 continuam cobertos pelo DPVAT. A atual gestora do seguro, a Seguradora Líder, permanecerá até 31 de dezembro de 2025 como responsável pelos procedimentos de cobertura dos sinistros ocorridos até a da de 31 de dezembro deste ano.

“O valor total contabilizado no Consórcio do Dpvat é de cerca de R$ 8,9 bilhões, sendo que o valor estimado para cobrir as obrigações efetivas do Dpvat até 31/12/2025, quanto aos acidentes ocorridos até 31/12/2019, é de aproximadamente R$ 4.2 bilhões”, informou o Ministério da Economia.

De acordo coma pasta, o valor restante, cerca de R$ 4.7 bilhões, será destinado, em um primeiro momento, à Conta Única do Tesouro Nacional, em três parcelas anuais de R$ 1.2 bilhões, em 2020, 2021 e 2022.

“A medida provisória não desampara os cidadãos no caso de acidentes, já que, quanto às despesas médicas, há atendimento gratuito e universal na rede pública, por meio do SUS [Sistema Único de Saúde]. Para os segurados do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], também há a cobertura do auxílio-doença, aposentadoria por invalidez, auxílio-acidente e de pensão por morte”, acrescentou o ministério.

A MP extingue também  o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM). Segundo o ministério, esse seguro está sem seguradora que o oferte e inoperante desde 2016.

Por blogh 21 de novembro de 2019 0

BASE DE ALCÂNTARA: DECRETO QUE APROVA ACORDO DO BRASIL COM OS EUA É PUBLICADO NO D.O.U.

O “Diário Oficial da União” publicou nesta quarta-feira (20) a promulgação do decreto legislativo que aprova o acordo entre os governos de Brasil e Estados Unidos que permitirá aos norte-americanos lançarem foguetes e satélites da base de Alcântara, no Maranhão.

O acordo foi assinado em março, durante a viagem do presidente Jair Bolsonaro a Washington, na qual ele se encontrou com o presidente dos EUA, Donald Trump (veja no vídeo abaixo).

O Acordo de Salvaguardas Tecnológicas precisava do aval da Câmara e do Senado. As duas Casas aprovaram decreto legislativo que chancela o texto. A promulgação foi assinada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O acordo permite o uso comercial da base de Alcântara. Em troca, o governo brasileiro receberá recursos para investir no desenvolvimento e no aperfeiçoamento do Programa Espacial Brasileiro.

O território onde a base está localizada permanece sob jurisdição do governo brasileiro.

Brasil e EUA fecham acordo sobre uso da base de lançamentos de Alcântara, no Maranhão

Brasil e EUA fecham acordo sobre uso da base de lançamentos de Alcântara, no Maranhão

Uso da base

Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Agência Espacial Brasileira e o Ministério da Defesa poderão entrar na próxima fase do projeto em Alcântara, com a elaboração do plano de operações comerciais da base, com a expectativa de iniciar os lançamentos em 2021.

O presidente Jair Bolsonaro comentou a promulgação do acordo durante entrevista nesta quarta no Palácio da Alvorada. Ele afirmou que Alcântara chama atenção de outros países por ser um local mais barato para lançamentos.

“Estamos em condições de fazer lançamentos. O mundo se interessa porque é mais barato trabalhar com esse material lá, lançamento sai muito mais barato”, avaliou.

O Acordo de Salvaguardas Tecnológicas proíbe o lançamento de mísseis da base de Alcântara, assim como a produção, a compra e o teste desses. Será permitido somente o lançamento de equipamentos civis de países signatários do Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis (MCTR).

O MCTR busca limitar a proliferação de mísseis e de tecnologia para a fabricação. Portanto, não só os EUA estarão aptos a operar na base. Países que utilizam a tecnologia norte-americana têm a possibilidade de aderir ao acordo.

Por blogh 21 de novembro de 2019 0

BUMBA MEU BOI PODE RECEBER TÍTULO DE PATRIMÔNIO CULTURAL DA UNESCO

O tradicional Bumba Meu Boi do Maranhão pode receber o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco.

A candidatura da principal manifestação folclórica do Maranhão, elaborada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), será avaliada pela Unesco, entre os dias 10 e 12 de dezembro, na Colômbia.

O Bumba Meu Boi é uma das principais manifestações culturais do Estado e recebe destaque pela diversidade dos sotaques durante o festejos de São João realizados no Maranhão.

21 Anos Patrimônio da Humanidade

Em 1997, São Luís recebeu o título de Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. O título foi concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (Unesco) em 6 de dezembro de 1997 em Nápoles, na Itália.

O conjunto arquitetônico do Centro Histórico, com seus 407 anos de história, é composto por casarões seculares, revestidos por azulejos portugueses, reúne um acervo com mais de mil prédios construídos entre os séculos 18 e 19, que são tombados pelo patrimônio federal.

A capital colonizada por portugueses nasceu moderna, já que sua planta foi desenhada no século 17 e inspirada pelo urbanismo espanhol, que época tinha Portugal sob domínio. As peculiaridades como traçados lineares nas ruas, com desenhos geométricos, quadras bem desenhadas, garantiram a São Luís, o titulo de Patrimônio Mundial da Humanidade.

Por blogh 21 de novembro de 2019 0

COMUNIDADE CONCEIÇÃO – GAMA, RECEBEU TERÇO DOS HOMENS DA MATRIZ EM CERIMÔNIA EUCARÍSTIA

Na noite desta segunda feira o terço dos homens, do bairro da matriz, atendendo convite, esteve na comunidade de Conceição, na região do Gama, os fiéis da paróquia matriz foram celebrar o aniversário de um ano de instalação do grupo de orações terço dos homens no povoado Conceição.

O padre Paulo foi o celebrante da noite e o Vereador João Morais estava presente nesta momento de louvor e adoração.

Orar é revelar para si os mistérios divinos. Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.
Efésios 6:18.

Por blogh 19 de novembro de 2019 0

ABERTO O XXIX JOGOS ESCOLARES PINHEIRENSES NA TARDE DESTA SEGUNDA (18)

Na tarde de ontem (18) centenas de jovens participaram da abertura do XXIX dos Jogos Escolares Pinheirenses – JEPs. Uma arrojada cerimonia marcou o momento que teve todos os protocolos das grandes competições. Vereadores, Secretários e demais autoridades se fizeram presentes.

O prefeito Luciano interagiu nas redes sociais sobre o momento: “É muito bom ver a alegria no rosto desses jovens que, desde cedo, almejam alcançar seus objetivos. A determinação e disciplina aprendida com a prática do esporte podem ajudar a transformar sonhos em realidade!”

O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Pinheiro por meio das Secretarias Municipais de Educação e Esporte, Cultura Turismo e Juventude.

Por blogh 19 de novembro de 2019 0

SMTT, PM E 8°CIRETRAN PROMOVERAM CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DO DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA ÀS VÍTIMAS DE ACIDENTE DE TRÂNSITO EM PINHEIRO-MA

Celebrado em todo o mundo sempre no terceiro domingo de novembro, o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito nasceu na Inglaterra em 1993 por iniciativa de uma ONG e em 2005 a ONU (Organização das Nações Unidas) adotou o tema e propôs que todos os países, celebrasse a data buscando assim mais conscientização e segurança no trânsito.

A melhor forma de homenagear quem perdeu a vida por conta de um acidente é mudando nossos atuais hábitos. Por isso, devemos fazer o correto para nos proteger em qualquer situação. Desde a infância, devemos conviver com bons exemplos e muita educação no trânsito. Transportar as crianças desde a maternidade no bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação, faz com que esse futuro adulto, nunca deixe de usar o cinto, mesmo no banco de trás.

Não usar o celular enquanto transita, seja a pé, de carro, de bicicleta ou mesmo na moto (sim! Alguns pilotam e falam ao celular) é fazer uma homenagem a quem já se foi, vítima da violência do trânsito. Somente quem se envolveu num acidente, distraído com o celular é que entende o risco que essa atitude envolve.

Dirigir bêbado é tão perigoso quanto dirigir com sono. E o sono ou o cansaço é também responsável por uma infinidade de acidentes pelas estradas do Brasil. Infelizmente há pouca investigação quando se trata de acidentes de trânsito, mas alguns casos, consegue-se afirmar que o cansaço do motorista foi o responsável por aquela tragédia.

Outro desrespeito às regras e que, pode ter graves consequências é o excesso de velocidade. A velocidade aumenta a gravidade das lesões num acidente, porém, se respeitarmos a sinalização que indica a velocidade máxima segura para aquela via, estamos protegidos. A regra sempre nos protege.
Ou seja, mudando nossos hábitos, estamos mudando a realidade e com isso, homenageando as vítimas dos acidentes que, por uma irresponsabilidade sua ou de outros, perderam a vida.
Por blogh 19 de novembro de 2019 0

INVESTIGAÇÃO APURA EXISTÊNCIA DE GRUPO DE EXTERMÍNIO FORMADO POR POLICIAIS NA REGIÃO DE CURURUPU

O blog do Maldine Vieira teve acesso a documentos que dão conta da existência de investigação conduzida por uma força-tarefa da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e da Superintendência Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (SHPP), onde se levantou evidências da existência e atuação contínua de um grupo de extermínio formado por Policiais Civis e Militares, em Cururupu e Região.

Os indícios apontam que a ação do “esquadrão da morte” envolve a execução discriminada, a adulteração dos locais em que os assassinatos ocorreram e a implantação de armas e drogas junto às vítimas, para simular confrontos.

O grupo teria envolvimento direto em pelo menos 16 ataques ocorridos nos últimos anos em Cururupu, Serrano, Bacuri e Apicum Açu.

Entre as provas, está um vídeo gravado por em audiência, descriminando o passo a passo do ocorrido, bem como os indícios que levaram a execução de uma das vítimas, tidas pela população por pessoa de bem, sem qualquer histórico criminoso.

De acordo com o levantando, existe fortes indícios de envolvimentos de prefeitos, ex-prefeitos, membros do Poder Legislativo e políticos dos municípios, demonstrando uma verdadeira organização criminosa no intuito de tirar a vida de pessoas, em prol de interesses particulares.

Por blogh 18 de novembro de 2019 0

ARTIGO: MAIS UM SALTO DE QUALIDADE NA EDUCAÇÃO DO MARANHÃO

Secretário Felipe Camarão

O Maranhão obteve, mais uma vez, um crescimento expressivo nos indicadores educacionais. Os dados foram revelados na última semana pelo Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), com base nos anos de 2015, 2017 e 2019. Nosso avanço foi na contramão de muitos estados que recuaram em relação à posição em que se encontravam nas edições anteriores.

O IOEB foi criado em 2015 e se propõe a ir além dos indicadores oficiais de aprendizagem, avaliando a qualidade da educação básica – da Educação Infantil ao Ensino Médio. O estudo elaborado pela Comunidade Educativa Cedac, com base em dados oficiais, tabulados pela consultoria Metas Sociais, é formado a partir da relação de dois grupos: insumos educacionais, ou seja, fatores essenciais para o bom resultado educacional, e os próprios resultados educacionais, sejam eles de atendimento, de aprendizado ou de aproveitamento escolar.

Para se ter ideia, o Maranhão saltou de 3,6 em 2015, para 4,4 em 2019, segundo dados publicados no portal do IOEB (ioeb.org.br). Essa média nos colocou em um patamar à frente de outros estados que caíram no índice, a saber: Espírito Santo, cuja média caiu de 4,7 em 2015, para 4,0 em 2019; Ceará, que teve queda de 4,6 (2015) para 4,1 (2019) e Paraná, que caiu de 4,9, em 2015, para 4,2, além dos estados de Goiás e Minas Gerais, que também diminuíram as médias.

O IOEB evidencia um crescimento expressivo em educação no Maranhão, desde 2015 e demonstra uma elevação a cada ano. Ressalte-se que o Índice coincide com o período de gestão do governador Flávio Dino, que priorizou os investimentos em educação, como marca de seu governo, por meio do maior programa educacional da história, que é o Escola Digna.

Desde o início desta gestão, o Estado vem sendo destaque pela melhoria da educação pública. Cabe frisar que saímos de um IDEB de 2,8 (2013) para 3,4 (IDEB 2017), saltando da 21ª posição para a 13ª, no ranking dos estados brasileiros e de 5º para o 3º da região nordeste, conforme levantamento divulgado no ano passado. Vale lembrar, também, que o anuário da educação 2019, da ONG “Todos pela Educação” apontou uma série de avanços no estado, entre os quais: a inclusão de crianças e adolescentes, com algum tipo de deficiência, em classes comuns. Do total de 40.162 matrículas desse público, no Maranhão, 37.305 estão em classes comuns e apenas 2.857, em classes especiais e escolas especializadas; a Educação Integral, que até 2014, não dispunha de matrícula na rede pública estadual, em 2019, chegou a 49 escolas, entre Iemas e Centros Educa Mais (escolas de ensino integral), com mais de 15 mil estudantes e implantação de novas unidades no próximo ano;a redução da distorção idade-série: em 2014, o percentual era de 40,9% e, em 2018, houve um decréscimo de 6,8%, entre outros indicadores que evoluíram.

Esses avanços são o resultado do trabalho sério e coeso sob o comando do governador Flávio Dino, que tem uma visão sistêmica de educação, realizando medidas estruturantes, que perpassam os muros das unidades escolares da Rede Pública Estadual e chegam em todos os municípios maranhenses, por intermédio do regime de colaboração, com apoios diversos,  desde a construção de escolas, em substituição a estruturas inadequadas, apoio ao transporte escolar, formação e assessoria técnico-pedagógica; pacto pela aprendizagem, desde os anos iniciais da educação básica, etc.

O Governo do Estado compreende que a gestão da educação deve ser feita com base em metas claras focadas na aprendizagem, correlacionando os investimentos à aprendizagem. E essa tem sido a matriz do nosso trabalho: garantir as condições adequadas à qualidade da aprendizagem dos maranhenses, que têm a educação pública como única porta para um futuro digno.

Avançaremos ainda mais!

Felipe Costa Camarão
Professor
Secretário de Estado da Educação
Membro da Academia Ludovicense de Letras e Sócio do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão
17/11/2019

Por blogh 18 de novembro de 2019 0

ALUNOS DE NÍVEL MÉDIO DE BAIXA RENDA PODEM ESTUDAR NOS EUA

O Programa Oportunidades Acadêmicas, oferecido há 13 anos pelo EducationUSA, órgão oficial do governo norte-americano para a realização de cursos de graduação nos Estados Unidos, abre inscrições na próxima terça-feira, dia 19, para estudantes brasileiros do ensino médio que desejam estudar naquele país. As inscrições se encerrarão no dia 13 de janeiro de 2020.

O programa é exclusivo para estudantes de baixa renda, sem condições financeiras para ingressar em universidades americanas, mas que tenham desempenho em seus colégios acima da média e que apresentem um diferencial em relação aos demais alunos. A coordenadora e orientadora do Programa Oportunidades Acadêmicas, Simone Ferreira, informou ontem, sábado (16), que o programa procura alunos que não tenham condições financeiras para pagar pelo processo de candidatura, mas que apresentem perfil bastante competitivo. “São alunos que têm notas muito boas na escola, têm bom nível de inglês, estão envolvidos em atividades extracurriculares e mostram perfil de liderança em suas comunidades”.

Desde 2006, o programa seleciona alunos com esse perfil. Uma vez selecionados, eles têm todas as despesas relacionadas à candidatura pagas pelo programa, incluindo material de estudo para testes, visto, transporte (passagem aérea) para deslocamentos de cidades do interior para capitais onde há centros aplicadores de provas do programa no Brasil, acomodação para a realização das provas, alimentação, além de isenção de várias taxas referentes ao envio de documentos de aplicação, tradução de documentos acadêmicos e provas SAT/ACT, Subject Test, TOEFL/IELTS. “Uma vez que entrem no programa, eles vão receber toda orientação para fazer uma candidatura sólida para as universidades americanas. O programa vai pagar por essa candidatura e apoia os estudantes selecionados por meio dos 41 centros orientadores que tem no Brasil”. Os alunos aprendem a fazer redações em inglês. “O programa trabalha com esses alunos para que façam uma ótima candidatura e para que as universidades deem uma bolsa 100% gratuita”. Nos 13 anos de existência, o Programa Oportunidades Acadêmicas já beneficiou mais de 300 estudantes brasileiros, embora nem todos tenham conseguido bolsa integral. O programa existe em mais de 50 países.

Oportunidades

O estudante interessado deve preencher um formulário online em inglês no site , e enviar documentos que comprovem seu bom desempenho acadêmico, além de outros relativos à condição financeira da família. Ao ser selecionado para ingressar no programa, o aluno recebe orientação. Em geral, as atividades começam em março e se estendem até janeiro do ano seguinte, que é o período de candidatura. O estudante recebe orientações em grupo e online. “A gente ensina ao aluno como fazer carta de recomendação para os professores, para a escola, tudo que a pessoa precisa fazer”. A candidatura é feita no final do ano. Simone Ferreira disse que em abril de 2020 sairão os resultados. Os aprovados começarão a estudar nos Estados Unidos em setembro do próximo ano, porque lá o período letivo vai de setembro a maio.

Uma vez aceito na universidade americana, o aluno passa para outra fase do programa, que envolve passagem para os Estados Unidos e outras despesas, como visto, por exemplo. As provas da candidatura são feitas no Brasil. “Os alunos são muito bons”, assegurou Simone. “Eu trabalho com o programa desde 2011 e ele é minha menina dos olhos. É muito bacana, é um prazer enorme”.

Os estudantes de baixa renda já graduados que quiserem fazer pós-graduação, mestrado ou doutorado nos Estados Unidos também são contemplados pelo programa. Para esses, as inscrições serão abertas até o final do ano. A data, contudo, ainda não foi definida. Os graduados passam pelo mesmo processo que os alunos do ensino médio. Têm que ter perfil empreendedor, ser motivados, estar envolvidos em atividades extracurriculares e terem um bom inglês. Segundo Simone, muitos dos estudantes aprendem inglês sozinhos, no ‘you tube’, em cursos gratuitos.

Giullia

Quando participava do projeto Jovens Embaixadores, promovido pela embaixada americana no Brasil, que leva anualmente estudantes da rede pública de baixa renda para intercâmbio nos Estados Unidos durante três semanas, Giullia Jaques Caldeira assistiu uma palestra sobre o Oportunidades Acadêmicas em Brasília, quando se preparava para a viagem junto com outros jovens, e resolveu se inscrever. “Vários jovens que estavam ali tinham interesse em estudar fora e planejavam se inscrever. Eu fiquei tão animada que decidi me inscrever também”. A solidariedade que experimentou entre os Jovens Embaixadores motivou Giullia a se candidatar ao programa, disse.

Giullia concluiu o ensino médio no ano passado, no Colégio Pedro II, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. Enquanto participava do intercâmbio, foi selecionada para gravar um vídeo no qual tinha que vender alguma coisa. “Decidi gravar um vídeo vendendo brigadeiros que é a coisa que eu mais sabia vender”. Em menos de duas semanas depois de regressar do intercâmbio, foi chamada para uma entrevista. “Eu fiquei o tempo todo em alerta, perto do telefone”.

Giullia se candidatou à bolsa em oito universidades americanas, mas suas preferidas são a Babson College (Massachusetts) e a Minerva Schools (São Francisco, Califórnia). Ela pretende cursar ciências políticas, com especialização nos direitos e estudos das mulheres e estudo da América Latina. Ela já fez as provas e espera receber o resultado dessas duas instituições até 15 de dezembro, com bolsa total.

A jovem está visitando alguns presídios localizados no Rio de Janeiro, como o Talavera Bruce, em Bangu, zona oeste da capital, para conhecer a realidade das mulheres e pesquisar sobre suas necessidades, visando devolver a autoestima das detentas.

Transformação

Graças ao Programa Oportunidades Acadêmicas, Giovani Rocha e Raniery Mendes tiveram suas vidas transformadas. Giovani Rocha vem de uma família de baixa renda, se tornou Jovem Embaixador pela Embaixada dos EUA no Brasil e alcançou o doutorado em ciências políticas na ‘University of Pennsylvania’, através do Oportunidades Acadêmicas. Atualmente, ele é consultor de políticas educacionais no Banco Mundial e na Fundação Lemann, em um projeto relacionado à diversidade, informou o ‘EducationUSA’ por meio de sua assessoria de imprensa.

Já Raniery Mendes é estudante da ‘Wake Forest University’, classe de 2022. Como Giullia, ele também foi aluno do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro e enfrentou dificuldades financeiras. Raniery participou de diversas feiras de ciências e eventos acadêmicos até ser aceito no Programa Oportunidades Acadêmicas. O auxílio financeiro que recebeu e a orientação ao longo de todo o processo de candidatura foram fundamentais para que atingisse seu objetivo. Por meio do programa, ele foi aceito na universidade americana com bolsa integral, para estudar relações internacionais e economia.

Por blogh 18 de novembro de 2019 0