QUINTO CAPÍTULO DA NOVELA DEU A DOIDA NO PREFEITO: As imagens já dizem tudo.

29 de janeiro de 2016 0 Por blogh

Não existe nada que possa justificar mais um devaneio do prefeito de Pinheiro, a construção de uma ponte de madeira que mede aproximadamente oitocentos metros ligando a APA (Área de Proteção Ambiental ) a um clube de festa de propriedade de seu clã justifica perfeitamente o quanto os interesses pessoais desse prefeito se sobrepõe aos da população.

Localizado as margens do Rio Pericumã a APA antes foi o projeto viva Pinheiro, ou ”viva dinheiro ” chamado assim pela população em virtude da grande soma de dinheiro que foi desviado e a obra não foi concluída. Um fato nunca visto no Brasil, e que derruba a lei da física que diz dois corpos não ocupar o mesmo lugar, mas que neste caso aplica-se a mesma teoria onde duas obras não ocupam o mesmo espaço.

Se a APA é área de proteção ambiental, como justificar esse aterro nas margens do Pericumã com terra retirada de um oiteiro sem um estudo de impacto ambiental mais aprofundado e a construção de uma ponte de madeira retirada das florestas causando um desmatamento, promovendo uma agressão ao meio ambiente e contribuindo para o aquecimento global.

23d65293-ab6e-46da-b090-8d7d3b71678e

Ponte de quase 800 metros que está sendo construída às margens do Rio Pericumã ligando a APA e a TDB (Clube de Festa de propriedade do Prefeito e seus aliados)

Por outro lado, mais de uma dezena de povoados da zona rural do município de Pinheiro, correm o risco de ficarem isolados, por falta de pontes e outras dezenas por falta de piçarramento nas estradas vicinais, e milhares de pinheirenses que estarão sem o devido direito de ir e vir garantidos pela constituição federal de oitenta e oito, alunos não irão para a escola, produtores não escoarão sua produção, comerciantes não transportarão as mercadorias, os doentes não poderão buscar recursos médicos, e assim o caos estará implantado, por uma administração que não tem responsabilidade com os pinheirenses.

46d4b37f-c5aa-4ee4-9590-d308fd9d6548

Enquanto isso pontes que dão acessos aos povoados da Zona Rural estão intrafegáveis e caindo aos pedaços.

a3b9006c-5225-454f-bca8-edda53712531

A preocupação dos Moradores da Zona Rural de Pinheiro é que com a chegada do período invernoso e o acumulo das águas podem deixá-los isolados.