ACUSADO DE ESTUPRO FOI PRESO EM PERI-MIRIM

estuprador

Silvestre de Jesus Pereira Lopes, vulgo Preto.

Operação da Policia Civil de Pinheiro e de Peri-Mirim, cumpre mandado de prisão na Cidade de Peri – Mirim, contra o Silvestre de Jesus Pereira Lopes, mas conhecido como “Preto”, acusado de estupro de Vulnerável contra criança de 10 anos de idade. As investigações conduzidas pela Dra. Karla Danielle da Delegacia da Mulher de Pinheiro, começaram a cerca de 45 dias, e após definido a autoria e a materialidade do crime, foi representado pela prisão do investigado e mandado de prisão foi cumprido pelos investigadores com êxito.

O acusado está a disposição da justiça, e na prisão ficará a disposição da justiça das penitenciárias para estupradores e pedófilos. Casos como este repercute em todo o território nacional como foi o da pequena Maísa Moreno da Silva de apenas 06 anos que após sequestrada foi brutalmente violentada, estuprada e não resistindo veio a falecer revoltando mais ainda a população de Urbano Santos-MA. Acompanhe o caso aqui.

Por blogh 25 de novembro de 2015 0

ALBININHO ASSUME MANDATO DE VEREADOR NA CÂMARA DE PINHEIRO

albininho na camara

Vereador Albininho tomando posso na Câmara Municipal de Vereadores

Através do mandado de segurança impetrado pelo vereador Leonardo Sá que assegurou o seu afastamento da função de vereador, para assumir o cargo de diretor geral do hospital regional Dr Jackson Lago, o mandado de segurança também garantiu a posse do primeiro suplente da coligação a que Leonardo faz parte.

Através da convocação número 002/2015 o presidente da câmara municipal de Pinheiro vereador Jaelson Sousa convocou o suplente José Albino Araújo (Albininho ) e na sessão ordinária do dia (25 )foi dado posse.

Na sessão do mesmo dia o vereador já disse a que veio, fazendo várias denúncias dos desmandos administrativos referente a sua região, o que tudo indica Albininho será um reforço para o grupo de oposição.

O blog a Hora da Verdade já vinha acompanhando esse caso desde o inicio acompanhe e releia a matéria clicando aqui.

Por blogh 25 de novembro de 2015 0

PREFEITO DE PINHEIRO DEIXA ESPERANÇA ISOLADA

Fé, esperança e caridade são fundamentos da doutrina católica, e como qualquer conhecimento religioso não faz parte do repertório do demoníaco prefeito de Pinheiro.
Assim como a maioria das estradas vicinais do município de Pinheiro que interligam povoados e possibilitam acesso a sede estão ameaçadas de romper o tráfego de veículos durante o inverno, por conta das pontes não existentes ou outras em estado precário, o povoado ESPERANÇA não será diferente.

A imagem já diz tudo. A DEUS ESPERANÇA.

de1f63f1-8481-4423-b879-babe9d9bf49e

Por blogh 23 de novembro de 2015 0

JOVENS PINHEIRENSES PARTICIPAM NA PRAÇA MARIA ARAGÃO NO PRIMEIRO DIA DE FESTIVAL HALLELUYA

blog 2

Jovens pinheirenses participantes do Festival Halleluya em São Luis

A primeira noite do festival Halleluya reuniu cerca de 30 mil pessoas, na pração Maria Aragão em São Luis. O público se emocionou com louvores interpretados pela banda Rosa de Saron, o cantor Davidson Silva e a Banda local Shalom Roots.

O evento realizado pela Comunidade Católica Shalom começou na noite de sexta feira com a presença de pessoas de várias partes do MA.

Um grupo de jovens católicos de Pinheiro esteve no evento através do apoio de seus pais e com a colaboração do vereador João Morais que contribuiu com o transporte até Cujupe na ida e volta, os jovens retornaram com uma felicidade fora do comum por participarem desse importante movimento em nome de Jesus Cristo.

Por blogh 23 de novembro de 2015 0

MPF QUER CASSAR LICENÇASDE TV E RÁDIO DE LOBÃO, SARNEY FILHO E VICTOR MENDES

Folha de São Paulo – O Ministério Público Federal, por meio de suas sedes estaduais, promete desencadear ações contra 32 deputados federais e oito senadores que aparecem nos registros oficiais como sócios de emissoras de rádio ou TV pelo país.

Entre os alvos da iniciativa inédita -lançada com aval do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e coautoria do Coletivo Intervozes-, estão alguns dos mais influentes políticos do país, como os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, Edison Lobão (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), Fernando Collor de Mello (PTB-AL), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Tasso Jereissati (PSDB-CE).

Na Câmara, devem ser citados deputados como Sarney Filho (PV-MA), Elcione Barbalho (PMDB-PA), ex-mulher de Jader, Rodrigo de Castro (PSDB-MG) e Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Casa.

No Ministério das Comunicações, todos eles constam como sócios de emissoras.

Baseado em dispositivo da Constituição que proíbe congressista de “firmar ou manter contrato com empresa concessionária de serviço público” (Art. 54), a Procuradoria pedirá suspensão das concessões e condenação que obrigue a União a licitar novamente o serviço e se abster de dar novas outorgas aos citados.

No total, os 40 parlamentares radiodifusores aparecem como sócios de 93 emissoras.

A primeira leva de ações foi protocolada em São Paulo na quinta-feira (19) contra veículos associados aos deputados Antônio Bulhões (PRB), titular de concessões de rádios em Santos, Gravataí (RS), Olinda (PE) e Salvador; Beto Mansur (PRB), com rádios em Santos e São Vicente; e Baleia Rossi (PMDB), vinculado a duas rádios no interior paulista.

Nas peças (ações civis públicas), quatro procuradores e o advogado Bráulio de Araújo, do Intervozes (entidade que milita na área de comunicação), citam o caso do ex-deputado Marçal Filho (PMDB-MS), condenado no STF (Supremo Tribunal Federal) por falsificação do contrato social de uma rádio.

Conforme o acórdão do STF (documento da decisão final), Marçal falsificou papéis justamente para omitir a condição de sócio da emissora. No processo, os ministros Roberto Barroso e Rosa Weber fizeram considerações sobre o artigo 54 da Constituição, o mesmo evocado agora contra parlamentares radiodifusores.

Barroso disse que a norma “pretendeu prevenir a reunião de poder político e controle sobre veículos […], com os riscos decorrentes do abuso”.

Weber afirmou que “há um risco óbvio na concentração de poder político com controle sobre meios de comunicação de massa” e que, sem a proibição expressa na Constituição, “haveria risco de que o veículo, ao invés de servir para o livre debate e informação, fosse utilizado apenas em benefício do parlamentar”.

Ela lembrou ainda que “tal distorção” foi reconhecida pelo próprio ex-deputado Marçal no processo, quando afirmou que resolveu virar sócio da rádio em seu Estado porque “não teve mais espaço em empresas controladas por seus adversários políticos”.

CONFLITO

Outro argumento das ações da Procuradoria é o do conflito de interesses. Os procuradores lembram que cabe ao Congresso apreciar atos de outorga e renovação de concessões. Conclui então que congressistas radiodifusores “estarão propensos” a votar sempre pela aprovação para não prejudicar futuras análises de seus processos.

As peças citam uma sessão da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de 2011 que deu aval a 38 concessões e 65 renovações em apenas três minutos e com só um deputado presente. Citam ainda casos de políticos que votaram na aprovação de suas próprias outorgas ou renovações.

Bráulio de Araújo afirma que, no futuro, também poderá entrar com ações contra políticos que escondem a propriedade de rádios e TVs em nome de parentes ou laranjas.

Nessa primeira leva, só serão acionados veículos que têm o próprio parlamentar no quadro societário.

Além dos processos da Procuradoria, uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental sobre o tema está sendo formulada para ser levada ao STF. Nesse tipo de ação, os ministros não são provocados a condenar ou absolver casos individuais, mas a analisar a situação em geral à luz da Constituição.

OUTRO LADO

Dos 40 congressistas que constam como sócios de rádios ou TVs, sete creem que a legislação permite esse tipo de participação, desde que eles não exerçam funções administrativas nas emissoras.

Essa opinião foi manifestada por Baleia Rossi (PMDB-SP), Fernando Collor (PTB-AL), Gonzaga Patriota (PSB-PE), João Henrique Caldas (SD-AL), João Rodrigues (PSD-SC), Ricardo Barros (PR-PR) e Victor Mendes (PV-MA).

Victor Mendes - Dep. Federal PV-MA

Victor Mendes – Dep. Federal PV-MA

“O ordenamento jurídico permite [ser sócio]. Não exercendo direção, não há vedamento legal”, disse Caldas.

Presidente da Frente Parlamentar de Radiodifusão, Rodrigues, que também defende essa tese, afirmou que, se necessário for, deixará a Câmara para manter o controle de sua rádio em Nanoai (RS). “Sou radiodifusor antes de ser deputado. Não vou colocar a minha vida profissional e aquilo que me sustenta fora por causa de um mandato.”

Collor, em nota, afirmou que não participa da gestão das emissoras: “As concessões às empresas da Organização Arnon de Mello estão dentro da legalidade conforme a interpretação corrente das normas constitucionais”.

O Código Brasileiro de Comunicações, de 1962, diz apenas que parlamentar não pode ser diretor de veículo. Não proíbe nem autoriza expressamente a possibilidade de ser sócio. Para os signatários das ações do Ministério Público, a Constituição de 1988 afastou essa dúvida ao dizer que congressista não pode ter “contrato” com concessionárias de serviço público.

Outros quatro parlamentares também confirmaram que são sócios de emissoras: Aníbal Gomes (PMDB-CE), Domingos Neto (Pros-CE), Felipe Maia (DEM-RN) e José Agripino (DEM-RN).

Sócio de uma rádio e uma TV em Natal, outra rádio em Mossoró (RN) e uma terceira em Currais Novos (RN), Agripino disse que todas são herança de seu pai. “Não foram concessões dadas a mim. É uma questão nova para o Judiciário. Além disso, minha participação é minoritária” (ele divide as emissoras com a mãe e dois irmãos).

Neto afirmou que a Difusora de Inhamuns é de sua família “há mais de cem anos” e que ele hoje tem 5% da firma. Maia e Gomes disseram que já eram proprietários de suas rádios antes de assumir mandato. Gomes foi além: “Desconhecia a legislação e achei que era permitido que um deputado mantivesse a rádio, desde que tivesse sido concedida antes do começo do mandato”, afirmou.

Dez afirmaram que não são mais sócios de emissoras ligadas aos seus nomes: Acir Gurgacz (PDT-RO), Afonso Motta (PDT-RS), Antônio Bulhões (PRB-SP), Fábio Faria (PSD-RN), Jaime Martins (PSD-MG), Jorginho Mello (PR-SC), Beto Mansur (PRB-SP), Roberto Rocha (PSB-MA), Rubens Bueno (PPS-PR) e Soraya Santos (PMDB-RJ).

“Tem mais de 20 anos que saí da rádio”, disse o deputado Rubens Bueno. “Comprei e vendi, era uma coisa pequena, insignificante.”

A assessoria de Soraya Santos disse que “há dez anos a deputada transferiu a titularidade [da rádio Cantagalo, no Rio] para uma igreja”.

Bulhões, Motta, Faria, Martins, Mello e Rocha sugerem que há defasagem no cadastro do ministério, hipótese refutada pela pasta.

Rodrigo de Castro (PSDB-MG) disse que a rádio em seu nome “só existe no papel”, nunca funcionou de fato.

Aécio Neves (PSDB-MG), sócio de uma FM em Betim, na região metropolitana de BH, informou que só comentará quando for notificado.

A Folha não conseguiu entrar em contato com Átila Lira (PSB-PI), César Halum (PRB-TO), Dâmina Pereira (PMN-MG), José Nunes (PSD-BA), Júlio César (PSD-PI) e Cabuçu Borges (PMDB-AP).

Adalberto Cavalcanti (PTB-PE), Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), Damião Feliciano (PDT-PB), Edison Lobão (PMDB-MA), Félix Mendonça (PDT-BA), Jader e Elcione Barbalho (PMDB-PA), José Rocha (PR-BA), Sarney Filho (PV-MA), Magda Mofatto (PR-GO) e Tasso Jereissati (PSDB-CE) não responderam.

O Ministério das Comunicações não quis comentar a iniciativa do Ministério Público, pois não foi notificado.

Por blogh 23 de novembro de 2015 0

CULMINÂNCIA DO PROJETO A COR DA CULTURA NO CE DOM UNGARELLI É COROADO DE ÊXITOS, EM PINHEIRO

conciência negra
O CE Dom Ungarelli de Pinheiro, realizou dia (21) a culminância do projeto “A Cor da Cultura”, iniciado há um mês, envolvendo todos os alunos do ensino médio nos três turnos de funcionamento na instituição.
A Cor da Cultura é um material disposto pelo MEC /SECADI, direcionando os trabalhos necessários para atender a demanda da formação continuada dos professores relacionados ao tema da cultura afro descendente e a influencia da cultura, sendo assim afro-brasileiro, atendendo cumprimento de lei que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”.
O Projeto foi coordenado por um grupo de professores da instituição. Durante as semanas foram realizadas atividades direcionadas ao tema explorando todo o material disponível pelo MEC, os acervos do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e pesquisas realizadas pelos professores e alunos, utilizando também os livros da biblioteca existente na Escola.
Abordaram os temas sobre, Desenhos e Brincadeiras afrodescendentes, Arte, Literatura, Religiosidade, Usos e Costumes, Culinária, África x Brasil: A Cultura Afro-Brasileira, os alunos foram levados a pesquisas, produções artísticas e de textos, confecção de materiais concretos e artísticos. Tudo através da cordenação e incentivados pelo diretor geral Sandro Lima.
Como explica o diretor Sandro Lima, “Houve envolvimento em massa dos professores que se dedicaram quase que de forma exclusiva, com mobilização dos alunos, resultando uma qualidade surpreendente de trabalhos. Buscamos no contexto refletirmos sobre a Diversidade Cultural e Linguística existente na escola, bem como sempre tentar tornar a nossa escola inclusiva não somente no papel, mas também na prática” diz Sandro.
“Nesta época de crise a ordem agora é criar, mesmo passando por dificuldades o resultado desse Projeto, nos prova que é possível manter a qualidade de ensino, e o importante é a aprendizagem do nosso aluno com esforço e dedicação a equipe conseguiu atingir o sucesso”, ressalta o diretor Sandro Lima.
Durante o evento aconteceram apresentações artísticas, exposições de trabalhos, salas temáticas com alunos(as) caracterizados.
1 4 10 15
Por blogh 22 de novembro de 2015 0

COMERCIANTE PARA ATENDER AO BOLSA ESCOLA (MAIS BOLSA FAMÍLIA) DO GOVERNO DO ESTADO, TEM QUE FAZER CADRASTO.

O Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) é um programa do Governo do Estado do Maranhão, executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que consiste na complementação de renda às famílias maranhenses, com o objetivo de garantir às crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, condições mais adequadas de frequentar a escola. Anualmente, as famílias receberão o recurso, nos meses de janeiro, com a finalidade exclusiva da compra de materiais de uso escolar. Com a melhoria nas condições de frequentar a escola, o Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) vai garantir, também, a permanência dos alunos em sala de aula, reduzindo os índices de abandono e evasão escolar. É mais dignidade e garantia de direitos aos alunos de todo o Maranhão.

Para participar, as crianças e adolescentes precisam:

Estar inscritas no Cadastro Único;
Ter renda, por pessoa da família, de até R$ 154,00;
Estar matriculados em escola pública.

Cada criança ou adolescente que esteja no perfil do Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) vai receber o valor de R$ 46,00, sem limites de quantidade de filhos por família. O benefício já será concedido a partir do mês de janeiro de 2016 por meio de um cartão magnético do tipo débito.

Com o Cartão do Bolsa Escola, que chegará na casa de todas as famílias beneficiadas, o material escolar poderá ser adquirido em estabelecimentos comerciais no próprio município. Para isso, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social vai cadastrar empresas dos municípios maranhenses que já vendam material escolar. Podem ser comprados todos os tipos de material escolar: desde lápis, cadernos e mochilas até os itens de uniforme, como, calçados, calças e camisas.

Ao todo, serão mais de 1.500.000 alunos beneficiados com investimentos que chegam a mais de R$ 80 milhões por ano. Recursos que tem o objetivo de devolver às crianças e adolescentes a oportunidade de ir à escola de forma igualitária, com materiais de qualidade e que promovam um processo de aprendizagem mais adequado, cooperando com a permanência dos alunos em sala de aula.

O cadastro para os comerciantes pode ser feito através do link: www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br

Por blogh 22 de novembro de 2015 0

COM UNIÃO DE ALUNOS, DIRETORIA E POLITICOS ESCOLA JOSÉ DE ANCHIETA SERÁ REFORMADA.

flavio dino 2

O Centro de Ensino José de Anchieta localizado no bairro do campinho em Pinheiro, será uma das escolas públicas estaduais que passará por reformas e adequações nos próximos dois meses no Maranhão. O governador Flávio Dino assinou a ordem de serviço que prevê, nesta primeira etapa, intervenções estruturais em escolas de 39 cidades do estado.

“Há três anos que estudo na mesma escola e nunca presenciei uma reforma como essa. Teremos uma estrutura adequada para um ensino de qualidade”, disse o estudante Jailson Rodrigues, que estuda no Centro de Ensino José de Anchieta. Ao todo, o Governo do Estado investe mais de R$ 98 milhões na primeira etapa, oficializada esta semana.

O governador ressaltou a importância do espaço escolar como um importante equipamento para o presente e para as futuras gerações. “A qualificação e valorização dos professores, o ensino de qualidade e uma estrutura adequada são pilares essenciais para o aprendizado”, afirmou Flávio Dino.

Governador ressaltou a importância do espaço escolar como um importante equipamento para o presente e para as futuras gerações.

Na educação, o Governo do Estado investe em programas que vão desde a Educação Infantil até o Ensino Superior, como o programa ‘Escola Digna’ – que visa substituir escolas de barro por prédios de alvenaria –, a criação dos Institutos de Educação do Maranhão (Ensino Profissional), a implantação dos Núcleos de Educação Integral e a ampliação dos campi da Uema nos municípios maranhenses.

“Sensibilidade, trabalho e parceria são as palavras que definem o conjunto de intervenções que serão feitas a partir de hoje nas escolas públicas estaduais”, disse o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Ampliação de muros, reformas de salas, quadras esportivas, reparos elétricos e hidráulicos são algumas das ações previstas nas escolas. Clayton afirmou que até o dia 30 de janeiro as obras da primeira etapa serão concluídas e outras escolas passarão a integrar o cronograma previsto para a etapa seguinte de intervenções estruturais.

flavio dino

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), na primeira etapa, fará intervenções nos seguintes municípios: São Luís, Bacabal, Lago da Pedra, Zé Doca, Santa Inês, São Mateus, Igarapé do Meio, Pinheiro, Matinha, São Bento, Cândido Mendes, Alcântara, Carutapera, Bacurituba, Vitória do Mearim, Tutoia, Chapadinha, Itapecuru-Mirim, Belágua, Tuntum, Gonçalves Dias, Açailândia, Balsas, Riachão, Imperatriz, Porto Franco, João Lisboa, Gov. Edson Lobão, Presidente Dutra, Coroatá, Timbiras, Timon, Caxias, Peritoró, Icatu, Morros, Rosário, Axixá e São José de Ribamar.O C E José de Anchieta entrou como prioridade nesta primeira etapa, graças ao trabalho brilhante que a diretora Heloísa Helena e o adjunto João Vitório vem fazendo com os alunos desse Centro de Ensino. Uma comissão formada por alunos e diretoria estiveram em conversa com o governador Flávio Dino, onde solicitaram o pleito.

O pedido foi reafirmado ao governador através do vice presidente da assembléia legislativa do Maranhão deputado Othellino Neto, pelos vereadores Leonardo Sá, Enesio Ferreira e João Morais.

Por blogh 22 de novembro de 2015 0

GOVERNO APROVA SELETIVO PÚBLICO DA SAÚDE COM 7.902 VAGAS

GOV. MA

O Governo do Estado, por meio da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), instituição pública, criada pela Lei Estadual nº. 9.732, de 19 de dezembro de 2012, autorizou a realização de processo seletivo público n°03/2015 para preenchimento de 7.902 vagas de cadastro de reserva para cargos de níveis fundamental, médio e superior. O edital do seletivo público com provas e títulos, a ser realizado pela Fundação Sousândrade, será lançado em até 15 dias, no site da Fundação.

No total serão 42 Unidades de Saúde do Estado, distribuídas em seis regionais de saúde: Regional de Codó (6 unidades), Regional de Timon (2), Regional de São Luís (23), Regional de Imperatriz (3), Regional de Presidente Dutra (5) e Regional de Santa Inês (3).

No início do mês de novembro, a Emserh realizou a primeira chamada dos aprovados do seletivo n° 02/2015 para comprovação da documentação dos candidatos classificados para trabalhar no Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen/MA), Central de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), Unidade Mista do Maiobão e Hospital Presidente Vargas.

Após análise documental, alguns candidatos não conseguiram comprovar o que informaram na ficha de inscrição. Consequentemente, tiveram pontuação reduzida e outros candidatos subiram de colocação em razão disso.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reitera que, na segunda chamada, 127 profissionais da saúde que participaram do certame, foram convocados, também, para a entrega documental nos próximos dias 23 e 24 de novembro. A classificação poderá sofrer alterações se o candidato não comprovar o que informou no ato da inscrição, como consta no edital.

Emserh assumirá funcionários do ICN

Em decorrência da operação da Polícia Federal (PF) “Sermão aos Peixes”, por determinação judicial, a SES rescindiu o contrato de gestão com o Instituto Cidadania e Natureza (ICN), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que ganhou concorrência pública para a gestão de algumas unidades da rede estadual de saúde.

Sendo assim, desde a última terça-feira (17), a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) passou a assumir todos os funcionários das unidades que possuíam contrato com o ICN. O secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, tranquiliza todos os funcionários e pede que continuem em seus postos de trabalho. “Todos os funcionários do ICN podem continuar trabalhando normalmente, não deixaremos a saúde parar de jeito nenhum. Vamos iniciar o processo de contratação dos funcionários do ICN pela Emserh, imediatamente”, explica Marcos Pacheco.

Por blogh 21 de novembro de 2015 0

PC DO B DO MARANHÃO REALIZA A MAIOR CONFERÊNCIA DA HISTÓRIA

FLÁVIO DINO CONFERÊNCIACom a cara e a coragem de quem está transformando o Maranhão, o PCdoB realizou ato de abertura da 14ª Conferência Estadual e reuniu centenas de militantes de todo o estado, no Rio Poty Hotel na noite desta sexta-feira, 20, e neste sábado (21). O evento, que teve a presença do governador Flávio Dino, da presidente e do vice-presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos e Walter Sorrentino, respectivamente, contou com a participação também de representantes de 11 partidos, movimentos sociais, sindicais e da sociedade civil em geral.

Mais de mil pessoas, entre elas cerca de 900 delegados do partido, estiveram presentes na conferência e reconduziram o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, a mais um mandato.

Na abertura do evento, Jerry homenageou Zumbi dos Palmares, pelo dia da consciência negra, e ressaltou que a noite foi memorável pela expressão da data e, sobretudo, pela 14ª Conferência Estadual ser a maior já realizada no Maranhão e uma das maiores do Brasil.

O presidente do PCdoB destacou que em seus 93 anos de história, o partido construiu uma vocação voltada para o diálogo e políticas amplas de unidade e coalizões. Ele aproveitou ainda para agradecer os aliados que estiveram ao lado do partido na vitória que elegeu o governador Flávio Dino.

“Muito obrigado aos nossos aliados que estiveram e permanecem conosco para que a última tarefa seja realizada. E não estará enquanto existir no território do Maranhão sinais de injustiça, de falta de oportunidade, de criança sem escola, de trabalhador rural sem terra, enquanto não tiver a prevalência da justiça sobre a injustiça”, enfatizou.

O vice-presidente nacional do PCdoB, Walter Sorrentino, ressaltou que o momento de desenvolvimento e crescimento do Maranhão é motivo de orgulho para os comunistas do Brasil inteiro, principalmente no atual cenário de dificuldade econômica internacional. “Nestes primeiros 11 meses de Governo já há um resultado alentador, seja na área social, de gestão e política em geral”, realçou.MESA CONFERÊNCIA

O ato de abertura da Conferência contou a participação de representantes do PT, PPS, SD, PSB, PDT, PRP, PRB, PMN, PTC, PSDB, PTB. O senador Roberto Rocha (PSB), os deputados federais Rubens Júnior (PCdoB) e Weverton Rocha (PDT), e os estaduais Marco Aurélio (PCdoB), Levi Pontes (SD), Othelino Neto (PCdoB), Fábio Macedo (PDT), Ana do Gás (PRB), Fernando Furtado (PCdoB), Raimundo Cutrim (PCdoB), Eduardo Braide (PMN) e Zé Inácio (PT), prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de todas as regiões do Maranhão, além de líderes de movimentos sindicais como o Movimento dos Sem Terra (MST) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) estiveram presentes no evento.

Flávio Dino: “temos que ser militantes da justiça para todos”

Para Flávio Dino, o que move o PCdoB é a luta incessante, corajosa, cotidiana e firme para mudar a realidade do povo maranhense, e o partido só tem sentido se for para cumprir esse objetivo. “Não é pelo poder, não pode ser pelo poder. Não pode ser pela busca de benefícios individuais, não pode ser pela acumulação de riqueza. Nós temos que ser militantes da justiça para todos. E é por isso que nós somos comunistas. Porque nós defendemos a comunhão, a partilha, a justiça para todos”, acentuou.

Flávio Dino elencou uma série de atitudes que comprovam que o Maranhão está no rumo certo do desenvolvimento. Para ele, a primeira mudança foi continuar com o mesmo campo político forte da ampla coalizão das eleições passadas. “Outra mudança é um ter um Governo e um governador que pode andar de cabeça erguida e com as mãos limpa”, completou.

Por blogh 21 de novembro de 2015 0