Categoria: Policial

FANTÁSTICO, GRUPO DE ATORES VOLUNTÁRIOS ENCENAM NASCIMENTO DE CRISTO NAS COMUNIDADES.


O grupo teatral Paixão de Cristo, que sempre atuou com a peça Paixão e morte de nosso Senhor Jesus Cristo, um grande espetáculo a céu aberto, agora inovou e está com a peça teatral também a céu aberto, que conta a história do nascimento do menino Jesus, essa mensagem está chegando nas comunidades como um presente evangelizador em tempos de confraternização universal, os jovens atores se juntam aos experientes e fazem no palco um trabalho belíssimo, que agrada a platéia.

O povoado Santa Vitória região do Gama a quarenta e quatro quilômetros da sede do município de Pinheiro, recebeu a saga do nascimento do Salvador, em uma noite memorável e com momentos emocionantes que ficaram na história.
O vereador João Morais aprova essa ideia.

Por blogh 18 de dezembro de 2016 0

GOVERNADOR GARANTE INAUGURAÇÃO DE 80 ESCOLAS DIGNAS PARA O ANO LETIVO DE 2017

“Temos 80 obras de Escolas Dignas para entregar já para o ano letivo de 2017 e, até o fim do ano de 2017, vamos chegar, seguramente, a 200 escolas”, afirmou o governador.

“Temos 80 obras de Escolas Dignas para entregar já para o ano letivo de 2017 e, até o fim do ano de 2017, vamos chegar, seguramente, a 200 escolas”, afirmou o governador Flávio Dino, durante entrevista de balanço dos dois anos de gestão veiculada pela Rádio Timbira, na manhã desta quinta-feira (15).

Concebido pela atual gestão, o Programa ‘Escola Digna‘ substitui escolas de taipa por prédios de alvenaria, adequados para o ensino, em várias regiões do Maranhão. A primeira escola digna foi entregue no povoado Muriçoca, no município de Fortaleza dos Nogueiras, em julho deste ano.

Durante o bate-papo com pool de rádios que reuniu profissionais de mais de 36 emissoras, o governador do Maranhão anunciou a continuidade de outros investimentos importantes, como o Programa ‘Mais Asfalto’, ‘Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)‘, entre outros.

“Apesar da imensa crise que o Brasil atravessa, o balanço, sem dúvida, é um balanço positivo, graças a Deus”, concluiu Flávio Dino, frisando o papel da atual gestão de buscar a ampliação e democratização de direitos para a sociedade maranhense.

Entrevista para rádios

A entrevista de balanço da gestão governamental foi iniciada às 9h e retransmitida ao vivo para dezenas de rádios em todo o estado, a partir do estúdio da Timbira AM, em São Luís. A iniciativa inovadora repete experiência inédita realizada em 2015, no primeiro ano do governo Flávio Dino. A transmissão também pode ser acompanhada pelas redes sociais oficiais do governo e da Rádio Timbira.

Além de detalhar ações de Governo ao longo dos dois últimos anos, nas áreas de educação, saúde, infraestrutura, agricultura, segurança, cidadania, entre outras, o governador também anunciou os investimentos previstos para o próximo biênio para a população maranhense.

Por blogh 16 de dezembro de 2016 0

DEP. OTHELINO LAMENTA FALECIMENTO DE DOM EVARISTO ARNS E RESSALTA O LEGADO RELIGIOSO

Presidente em exercício da Assembleia destacou legado de coragem e resistência de Dom Evaristo Arns

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), lamentou, na sessão desta quinta-feira (15), o falecimento do arcebispo emérito de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns. Segundo ele, o Brasil perdeu um grande homem. O parlamentar destacou não só a obra no campo da espiritualidade, da religiosidade, da grande militância que teve na Igreja Católica, mas, além disso tudo, o legado de coragem, de resistência, de ter sido um líder espiritual que compreendeu os momentos, soube se manifestar e se insurgir em ocasiões importantes para a nação.

“Todos nós sabemos, alguns presenciaram e outros têm conhecimento pela história da grande atuação que teve Dom Evaristo Arns na luta contra o arbítrio, contra o regime de exceção e a sua batalha pelo respeito aos direitos humanos. Marcante foi aquela conversa com o então presidente Garrastazu Médici, quando ele, de forma dura, ousou contestar e cobrar satisfações do presidente da República”, comentou o presidente em exercício.

Segundo Othelino, se contestar o presidente da República sempre é algo marcante, quanto mais na época do regime militar e do famigerado Ato Institucional n.º 5. Para o deputado, Dom Paulo marca a história do Brasil lutando pelas liberdades para que todos tivessem o direito de se manifestar sem sofrer reprimendas e represálias físicas ou mesmo de privação de liberdade e, por isso, o Brasil se entristece.

“Vi, pela televisão, milhares de pessoas emocionadas, o movimento já iniciado para as últimas homenagens a Dom Evaristo Arns. Mas esse é um homem que, com 95 anos de vida, escreveu uma belíssima história, que anos e anos, séculos vão passar e novas e próximas gerações vão conhecer e reconhecer a vida marcante dos 76 anos de consagração religiosa, de dedicação à Igreja Católica, às boas causas do mundo, à solidariedade, ao respeito, à luta pelas pessoas terem o direito de dizer, de falar”, comentou.

Segundo o deputado, neste momento preocupante em que vive o país, onde retrocessos sociais graves estão sendo impostos ao Brasil por um governo que nasceu e vai terminar ilegítimo, é muito mais ainda importante prestar atenção no recado e na vida, na trajetória de vida de Dom Evaristo Arns.

“Essa trajetória nos dá muitas lições, principalmente no aspecto de respeitar as instituições, as opiniões divergentes, de não transformar diferenças de pensamentos, ideologias em razões para enfrentamentos que extrapolam o confronto das ideias. Então, o Brasil se entristece pela perda de Dom Evaristo, mas a sua história fica viva para todos nós brasileiros, para todo o planeta”, frisou.

Por blogh 16 de dezembro de 2016 0

EM ENTREVISTA A POOL DAS RÁDIOS, GOVERNADOR FLÁVIO ASSEGURA MANUTENÇÃO DE INVESTIMENTOS E DESTACA AVANÇOS JÁ OBTIDOS PELA GESTÃO

Governador Flávio Dino esteve na Rádio Timbira AM nesta quinta-feira (15) em entrevista a pool de rádios do Maranhão. Foto: Karlos Geromy/Secap

O governador do Estado, Flávio Dino, concedeu entrevista a um pool de emissoras de Rádio do Maranhão, nesta quinta-feira (15). Por duas horas, cerca de 35 emissoras de todo o Maranhão retransmitiram a entrevista, realizada ao vivo no estúdio da Rádio Timbira AM, em São Luís. Durante a conversa com os jornalistas, o governador fez o balanço dos dois anos de gestão, perpassando por temas importantes como saúde, educação, infraestrutura, saneamento e programas sociais, além de apresentar as expectativas para 2017.

Ao que o governador definiu como mutirão de informações, de comunicação e debate, a entrevista teve participação de ouvintes de todo o país e com perguntas de jornalistas representando diferentes regiões do estado, como forma de contemplar os mais distintos questionamentos e contextualizando o posicionamento do Maranhão no contexto de crise econômica do país e os avanços identificados em todo o estado.

O governador defendeu que o Maranhão segue no rumo contrário ao que acontece no resto país, que passa por recessões e limitações de investimentos. “Nós vivemos uma situação inesperada no país, claro que com graves repercussões em todos os estados. Os maranhenses acompanham pela TV, situações muito difíceis em outros estados da federação, com atrasos de salários, com dificuldades de manutenção de serviços públicos, fechamento de restaurantes populares, fechamento de hospitais e escolas, desativação de políticas sociais e nós estamos trilhando um caminho inverso a isso”, avaliou.

Para o governador, o balanço é positivo, porque mesmo em meio às dificuldades, a situação é de crescimento na oferta e na qualidade dos serviços públicos no Maranhão. “Qualquer tema que seja escolhido, nós temos um balanço de ampliação de direitos, ampliação de políticas públicas e sociais e de busca de dignidade para os maranhenses, apesar da imensa crise financeira que o Brasil atravessa”, avaliou Flávio Dino.

Governador Flávio Dino esteve na Rádio Timbira AM nesta quinta-feira (15) em entrevista a pool de rádios do Maranhão. Foto: Karlos Geromy/Secap

Entre o que foi desenvolvido ao longo dos últimos dois anos, o governador pontuou rapidamente alguns investimento que mostram como o Estado vem conseguido crescer: “ampliamos a polícia, colocando mais de 1.500 novos policias nas ruas e outros mil começarão suas atividades agora em janeiro; incorporamos novas viaturas, dobramos a estrutura dos restaurantes populares e levamos para o interior do estado, o que antes era restrito à São Luís, investimos em dois mil quilômetros de asfalto e recuperação de vias urbanas e rodovias; ampliamos a estrutura dos Vivas, do Procon, do Detran, criamos o Bolsa Escola, que vai ser pago novamente agora em janeiro para um milhão de meninos e que é um programa que só existe hoje, no Maranhão, para compra de material escolar”.

Flávio Dino destacou que o bom desempenho da gestão é graças, claro, ao trabalho e dedicação da equipe de Governo e da união de distintas correntes políticas ideológicas em torno de um único propósito – melhorar a qualidade de vida dos maranhenses – mas também graças ao uso responsável do dinheiro público.

“Nós cortamos, sim, os gastos, mas gastos supérfluos, por exemplo, aqui, quando cheguei no Governo, em relação aos períodos passados, havia uma despesa imensa com aviões, helicópteros, flores, banquetes, entre outras coisas, e nós cortamos isso. Havia despesas de custeio de modos geral e nós conseguimos cortar. Em 2015, conseguimos cortar R$ 300 milhões de despesas de custeio, exatamente para viabilizar a sustentação da nossa visão de ampliação de diretos e políticas sociais, e isso se chama responsabilidade fiscal, é isso que a gente está praticando no Maranhão”, explicou o governador.

Durante a conversa com o radialista, Flávio reiterou que ao longo dos próximos anos será mantida a política que prioriza quem mais precisa, com a ampliação dos programas sociais e serviços aos mais pobres. “Prefiro manter os serviços públicos que atendam aos mais pobres”, assegurou.

Ao final da entrevista, o governador agradeceu a confiança que a população tem desempenhado na atual gestão do Governo do Estado, garantido que seguirá viajando o estado e ouvindo as críticas e sugestões, como tem ocorrido ao longo dos últimos dois anos.

Por blogh 16 de dezembro de 2016 0

STJ DECIDE QUE DESACATO A AUTORIDADE NÃO É MAIS CRIME

A Quinta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta quinta-feira (15) que desacato a autoridade não pode ser considerado crime porque contraria leis internacionais de direitos humanos.

Os ministros votaram com o relator do caso, Ribeiro Dantas. Ele escreveu em seu parecer que “não há dúvida de que a criminalização do desacato está na contramão do humanismo porque ressalta a preponderância do Estado –personificado em seus agentes– sobre o indivíduo”.

“A existência de tal normativo em nosso ordenamento jurídico é anacrônica, pois traduz desigualdade entre funcionários e particulares, o que é inaceitável no Estado Democrático de Direito preconizado pela Constituição Federal de 88 e pela Convenção Americana de Direitos Humanos”, acrescentou.

Segundo o artigo 331 do Código Penal, é crime “desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela”. A pena prevista é seis meses a dois anos de detenção ou multa.

Origem da decisão – A decisão tomada hoje pelos ministros do STJ teve origem em um recurso especial do Ministério Público de São Paulo em defesa de um homem condenado a mais de cinco anos de prisão por roubar uma garrafa de conhaque, desacatar policiais militares e resistir à prisão. Os ministros da Quarta Turma do STJ anularam a condenação por desacato.

Em seu relatório, o ministro Dantas afirmou que “a Comissão Interamericana de Direitos Humanos já se manifestou no sentido de que as leis de desacato se prestam ao abuso, como meio para silenciar ideias e opiniões consideradas incômodas pelo establishment, bem assim proporcionam maior nível de proteção aos agentes do Estado do que aos particulares, em contravenção aos princípios democrático e igualitário”.

Por fim, o relator observou que a descriminalização da conduta não significa que qualquer pessoa tenha liberdade para agredir verbalmente agentes públicos.

“O afastamento da tipificação criminal do desacato não impede a responsabilidade ulterior, civil ou até mesmo de outra figura típica penal (calúnia, injúria, difamação etc.), pela ocorrência de abuso na expressão verbal ou gestual ofensiva, utilizada perante o funcionário público”.

Por blogh 15 de dezembro de 2016 0

PINHEIRENSE É PRESO JUNTO COM QUADRILHA QUE TENTAVA ASSALTAR BANCO NO SUL DO MA

As policias Militar e Civil da região trabalharam durou e conseguiram prender parte da quadrilha envolvida na tentativa de assalto ao Bradesco de Fortaleza dos Nogueiras – 707 km de São Luís – na terça-feira, dia 13.

Foram capturados e presos Gledson Tavares de Sousa (37 anos); Fernando Moraes Cordeiro (24 anos); Jaime Oliveira de Deus Filho (30 anos); e, Rômulo Correia Coelho (39 anos), e Romero Vieira Pacheco (33 anos) pinheirense e velho conhecido da policia da nossa região, aqui ele atente a alcunha de Pitoco, ele já tem passagens pela policia e agora se complica mais ainda. Todos os suspeitos estão a disposição da policia do Maranhão.

Por blogh 15 de dezembro de 2016 0

VALERIA CASTRO FOI DIPLOMADA PREFEITA DE PRESIDENTE SARNEY NA NOITE DE ONTEM (14)

valeria-1

Na noite de ontem (14), Valéria Castro Moreira (PCdoB) e Lurdinha Rodrigues (PSDB) foram diplomados prefeita e vice-prefeita da cidade de Presidente Sarney,  pela justiça eleitoral, em solenidade ocorrida no Centro Cultural José Sarney em Pinheiro. Familiares e lideranças politicas estiveram presentes no evento prestigiando estre ato tão importante para o processo democrático.

Presidindo a cerimônia a Juíza da 37ª Zona Eleitoral, Dra. Lavínia Helena Macêdo Coelho, em seu discurso ressaltou a seriedade que os cargos exigem aos prefeitos e vereadores diplomados em relação ao uso da maquina pública em prol da população, tendo em vista o atual cenário politico nacional, ela ainda reforçou que o empenho dos diplomados frente aos cargos que ocuparão a partir do mês que vêm, deve ser levando com a maior lisura, o desgaste político vivido em todo o Brasil faz despertar um sentimento de rótulo e todos passam a ser aquilo que alguns fazem.

Na solenidade ainda foram diplomados os vereadores eleitos e reeleitos Adelmo Moraes (PSD), Totó (PCdoB), Eleurde Costa (PSD), Gilson Lima (PCdoB), Branco Davila (PMDB), Valmir (PSDB), Domingos Borges (PCdoB), Raimundinho de Geni (PR), Francinete Amorim (PTB), Valdemir (PTB) e os suplentes de cada Coligação.

Valéria Castro reacende a chama da esperança do povo do jovem município de Presidente Sarney que após longos 8 anos de uma administração caótica e sem uma pauta propositiva que atendesse o anseio do povo, viu nela a expectativa de dias melhores. Dona de um carisma singular e sempre atenta as necessidades daqueles mais precisam, o povo de Presidente Sarney viverá a partir de 2017 um novo momento, uma nova história.
valeria-3
Por blogh 15 de dezembro de 2016 0

Inauguradas seis fábricas de vassouras, cinco de chinelos e quatro malharias no sistema prisional do MA

Novas oficinas de trabalho foram inauguradas nas unidades prisionais de Pedreiras, Codó, Coroatá, Rosário e Chapadinha.

O objetivo é fechar 2016 com o máximo de fábricas entregues, garantindo a valorização da mão-de-obra dos apenados.

O Governo do Estado prossegue investindo em oficinas de trabalho destinadas aos detentos do Maranhão. Só na primeira semana de dezembro, em estabelecimentos penais do interior do estado, foram inauguradas três novas fábricas de vassouras nas Unidades Prisionais de Ressocialização (UPRs) de Pedreiras, Codó e Coroatá. A gestão abriu ainda uma malharia na UPR de Rosário e uma fábrica de confecção de chinelos em Chapadinha. Agora já são seis novas fábricas de vassouras, quatro malharias e cinco fábricas de chinelos operando no sistema prisional do Maranhão.

Os empreendimentos, entregues essa semana, irão beneficiar, incialmente, um total de 50 apenados. Em Codó e Chapadinha, onde as inaugurações ocorreram segunda-feira (5), 20 internos, sendo 10 em cada estabelecimento, foram contemplados para trabalharem nas fábricas de vassouras e chinelos, respectivamente. A estimativa é que sejam produzidas, por dia, pelo menos 100 vassouras e 80 pares de chinelos.

As UPRs de Coroatá e Pedreiras, entregues na terça-feira (6), profissionalizarão, cada uma, mais 10 detentos. No estabelecimento penal de Coroatá, o objetivo é que sejam confeccionadas, diariamente, 100 vassouras. A mesma quantidade é prevista na unidade prisional de Pedreiras.

A abertura da malharia na UPR de Rosário ocorreu na manhã de quarta-feira (7). No total serão 10 apenados trabalhando de forma efetiva no novo empreendimento, que conta com mais 10 presos em cadastro de reserva. A estimativa inicial de produção dos fardamentos utilizados pelos próprios internos é de 50 peças, entre camisas, calças e calções. Na unidade os internos têm à disposição quatro máquinas de corte e costura.

– Investimentos 

Para a abertura de uma fábrica de vassouras, o Governo do Estado tem investido cerca de R$ 24 mil. O investimento inclui os insumos e equipamentos necessários para a confecção dos objetos. A meta é que sejam entregues, em curto prazo de tempo, 10 fábricas, o que totalizam um investimento no valor de R$ 242, 286 mil.

Além das UPRs de Pedreiras, Coroatá e Codó, as fábricas de vassouras já foram instaladas nas unidades prisionais de Itapecuru, Timon e na UPR São Luís 6, antigo Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas, garantindo a abertura de seis novas fábricas no sistema carcerário do estado.

Hoje, no sistema prisional, existem malharias operando, de forma efetiva, nas unidades prisionais do Olho d‘Água, Feminina, no Hospital Nina Rodrigues (HNR), onde 10 pacientes em cumprimento de medidas terapêuticas passam por qualificação, e desempenham esse trabalho sob vigilância supervisionada. Agora, mais recente, a amalharia funciona no estabelecimento penal de Rosário.

Em relação às fábricas de chinelos já são 5 em pleno funcionamento no sistema prisional do Maranhão. Com um investimento de cerca de R$ 10 mil, esse empreendimento é fruto do projeto “Calçando Sonhos”. A estimativa é que, diariamente, sejam confeccionados 150 pares chinelos, que deverão ser usadas pelos próprios detentos.

– Produção 

A produção da vassoura tem início com a limpeza a base de água e sabão das garrafas pet. Depois disso, a garrafa é levada para uma máquina onde é feito um corte no fundo da mesma. A parte cortada é reaproveitada no artesanato. Já o outro pedaço é levado para fazer a filetagem (cortes em fios). Os outros processos são a prensa para fabricação manual da vassoura e a guilhotina para aparar as cerdas.

Além disso, as cerdas são levadas ao forno para serem tratadas. Em seguida, basta ajustar as cerdas na base e grampear, aparar as cerdas, cortando as pontas desiguais e colocar o cabo da vassoura. “É incrível a durabilidade desse tipo de vassoura. Com o mesmo zelo que se tem com uma vassoura comum, esta, porém, se mantém em condições de uso por, no mínimo, três anos”, complementou Murilo.

Por blogh 14 de dezembro de 2016 0

ACOMPANHE AO VIVO O VELÓRIO DO EX-SENADOR JOÃO CASTELO




Por blogh 12 de dezembro de 2016 0

PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, DEP. OTHELINO NETO, LAMENTA O FALECIMENTO DO DEPUTADO JOÃO CASTELO

Presidente em exercício, deputado Othelino Neto, lamenta falecimento do deputado João Castelo

O presidente em exercício, deputado Othelino Neto (PCdoB) lamentou e manifestou pesar pelo falecimento de João Castelo (PSDB), ocorrido na manhã deste domingo (11), em São Paulo, onde encontrava-se internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, recuperando-se de uma cirurgia no miocárdio.

Entre as principais características, Othelino Neto destacou o legado político deixado por Castelo no estado do Maranhão. Em suas redes sociais, o presidente em exercício também prestou solidariedade à todos os familiares e amigos.

“João Castelo marcou a história política do Maranhão. Carismático, foi deputado federal, governador, senador e prefeito de São Luís.  Em sua passagem pelo governo do estado, deixou obras marcantes como o Castelão, os bairros Cidade Operária e Maiobão e o Sistema Italuís”, ressaltou.

Por blogh 12 de dezembro de 2016 0