BALAIO DE GATO

BALAIO DE GATO

29 de novembro de 2015 0 Por blogh

BALAIO DE GATO

Gente de cor, mulato, negro, branco, amarelo, caboclo, índio, “russo” gázeo, o que tu trazes na tua epiderme não reflete teu caráter. No ultimo dia 20 de novembro é dedicado para lembrar-se da consciência negra, mas quem deveria mesmo lembrar? Em minha humilde opinião eleger um dia para tal episódio não seria menos que segregar e cultuar a diferença que tanto a sociedade em seus discursos diplomáticos tenta dizer que não existe ou que existe mais deve ser combatida. O conceito de igualdade difere o de justiça em muitos pontos, haveria igualdade sem justiça? Haveria negro sem branco ou branco sem negro? O fato caros leitores é que para incluir não precisar diferenciar. Apenas inclua, caberia aos governos antes de falarem em cotas, apenas dar o direito de todos estudarem no mesmo nível, o dia da consciência negra deveria se chamar “o dia da consciência humana” o que falta é um pouco mais de humanidade aos seres humanos. Seria um contra senso minha afirmativa? Talvez, mas que sensatez existe? Continuemos nossos trabalhos e que cada um use sua própria consciência para julgar seus atos.

Miauuu!!

Impossível falar de sociedade sem lembrar-se da politica, temos nesse meio , vários motivos para muita reflexão, a mídia devastadora que promove e a mesma que derruba e quando caímos é difícil levantar facilmente, nesta semana circulou nas mídias que o ministério publico queria cassar as licenças de funcionamento de emissoras de rádio e tv de muito peixe grande, além dos já conhecidos “donos da verdade” não nos surpreendeu a inclusão nessa lista do nome de um dep. Federal filho do prefeito de Pinheiro, apesar de toda a publicidade que um canal de televisão gera para um politico uma coisa é certa, a língua afiada de um povo que vive em um mundo paralelo aos que eles mostram em suas telinhas não se curva diante das falácias e utopias criadas para promover ou esmagar quem quer que seja ou por conveniência politica.

Miauuu!!

E por falar em mídia o que dizer do conto de fadas que passa todos os dias nas emissoras de rádio e tv do prefeito que dizem que vivemos em outros tempos e Pinheiro é um lugar bom de se viver? Há um ditado que diz que “esperança é a ultima que morre” em termos técnicos é difícil de provar por se tratar de um sentimento e não de algo concreto, mas esse ditado nunca fez tanto sentido nessa vida quanto para os moradores do povoado Esperança na zona rural de Pinheiro que vivem diariamente a preocupação do isolamento, seria provável que pela primeira vez na história da humanidade irá tornar-se palpável as condições dessa assertiva que diz que a esperança seria a ultima a morrer? Neste contexto surge uma dúvida, a Esperança morreria nas vésperas das eleições de 2016 ou teria um salvador da pátria para encurtar este anseio dessa comunidade antes dessa data tão obvia?

Miauuu!!

Mas, o que todo mundo gosta mesmo é de ver o circo pegar fogo, menos o palhaço que de lá tira seu pão de cada dia, uma novela teve seus capítulos finais essa semana, pelo menos por enquanto se deu por fim, quem assumiria a vaga deixada pelo médico e vereador Dr. Leonardo Sá que teve que se licenciar da câmara para receber a direção do Hospital Dr. Jackson Lago, foi tanto tititi, tanto zum zum… e nesse jogo das cadeiras quem sentou primeiro foi o suplente e agora vereador Albininho, o outro… ficou em pé. Mas como já falei a esperança é a ultima que morre, quem sabe a música não toca de novo e todo mundo volta a dançar, mas quando a musica parar… Quem sentar primeiro leva a vaga.

Miauuu!!

Mas essa semana foi difícil mesmo foi para Ricardo Murad, virou noticia nacional, aliás, o povo que gosta de aparecer em jornal como esses saneys/murad/mendes… opa, os mendes não. Acabei me confundindo porque são todos do mesmo barco. Acusado de desvio de verba da saúde quando a gov. Roseana dava das cartas no estado e o seu cunhado era um ás de copas a roubalheira foi tão grande, mas tão grande, que a federal teve que vir somar direitinho esse dinheiro e adivinhem? A conta não bateu, chamaram o Ricardo, ele teve que mentir, porque se ele fosse explicar, ele estaria preso, rolou nome de gente de mais, sua esposa a prefeita de Coroatá foi citada, a filha que é deputada foi mencionada, vários prefeitos do estado ficaram preocupados, inclusive um prefeito de uma cidade importante da baixada ficou na água de açúcar de tamanha preocupação, mas no fim, o barco não afundou, mas muito rato se jogou na água com medo, agora é aguardar pra ver os desfechos.

Miauuu!!

E como falei a turma dos Sarneys gostam de uma mídia, o manda chuva da turma é o verdadeiro poderoso chefão na politica brasileira, não é que ele foi citado como opção para um diálogo com o Supremo Tribunal Federal – STF para livrar o farol baixo do Nestor Cerveró da cadeia, o que mais me intrigou não foi essa história de prisão de senador, de soltura de um preso de uma das operações mais importantes da história do Brasil a Lava Jato, mas sim, o fato dessa raposa velha apesar de não ter mandato, ter tanta influência ainda assim, mas para azar deles, o Cerverózinho estava gravando tudo e xadrez para o senador, faltou só levarem junto às outras peças desse tabuleiro.

Miauuu!!

Mas ainda bem que esse pulo a onça não ensinou para gato porque senão o afilhado da coruja velha já tinha tirado a presidente do SIMPROSEMPI do sindicato, tentou, tentou, mas, não deu certo, precisou vir uma força tarefa da assembleia legislativa para intervir e um verdadeiro aparato jurídico foi montando para simplesmente garantir o que a tão debatida constituição brasileira nos diz sobre democracia. Veio deputado, veio o presidente da CTB estadual e nacional, veio tanta gente mais foi necessário para segurar a professora na frente do Sindicato. E agora é o contra ataque, te segura prefeito que vem fogo pela frente.

Miauuu!!

E por falar em fogo, quente mesmo ficou os comentários de uma foto tirada nos bastidores do hospital regional Dr. Jackson Lago onde flagraram o diretor varrendo o chão. Como o ambiente já via sido limpo naquele dia e o diretor foi tomar um café, no descuido derramou o resto no chão e para não incomodar o setor de limpeza ele mesmo resolveu limpar que não era grande sujeira assim, mas, como não faltam especuladores na área começou os comentários, blogueiros falaram até que o gestor do hospital estava jogando sujeira para debaixo do tapete, eles só esqueceram que em hospital não pode ter tapetes, uma questão de lógica e higiene, tapetes guardam muitas bactérias, vírus, tudo que não presta… Mas, como diz minha avó, não caíram os anéis do diretor com sua atitude, pelo contrário várias foram as palavras de parabenização.

Miauuu!!

Pra encerrar esta primeira edição da coluna Balaio de Gato vou recordar uns versos de literatura de cordel da história do Matuto Cearense que dizia:

cearense

Miauuu!