VER. JOÃO MORAIS (PSB) APRESENTA MOÇÃO DE APLAUSOS E INCENTIVO PELA ELABORAÇÃO DE DOCUMENTÁRIO 161 ANOS DE PINHEIRO

Imagem aérea de Pinheiro (noite)

Em homenagem aos 161 anos de elevação de Pinheiro à categoria de vila, comemorado no último dia 3 de setembro, a Secretaria de Comunicação em parceria com a empresa de publicidade “StudioMais” e vários colaboradores elaboraram um documentário que registra vultos históricos e culturais do município, o qual pode ser utilizado como referência documental sobre uma parte do inicio da história da principal cidade da Baixada Maranhense.

Para tanto, e como forma de reconhecimento pelo trabalho realizado, o Vereador João Raimundo Morais (PSB) apresentou à Câmara de Vereadores de Pinheiro Moção de Aplausos e Incentivo aos idealizadores.

O autor, Ver. João Morais, falou da importância do incentivo pela elaboração de materiais dessa relevância: “nossa cidade é relativamente jovem, 161 anos é menos de um terço da idade do nosso país, e por ser jovem deveríamos ter mais documentos produzidos contando a nossa história, quando surgem trabalhos como esses, a nossa forma de ajudar é incentivando e criando condições para que se continue. Assistir o vídeo e recomendo para todos os pinheirenses que assistam, pois é nossa casa, a história de nossos ascendentes sendo contada”. Declarou o autor da Moção.

A Moção foi direcionada ao Sr. Lilson Pavão, Secretário Municipal de Comunicação sendo extensiva a toda sua equipe e colaboradores.

Assista o Documentário:

NEM PESQUISA ENCOMENDADA ACABA RECLUSÃO DE ROSEANA SARNEY

Reclusa, Roseana Sarney está temerária em enfrentar Flávio Dino

Nem a volta das benesses, dos jantares suntuosos regados a lagosta e champanhe, dos voos diretos de jatinho de São Luís para Las Vegas, da cama hi-tech que massageava o seu ego, parecem seduzir a ex-governadora Roseana Sarney a voltar a disputar a eleição para o governo do Maranhão.

Reclusa como quem já cansou da vida pública, Roseana enfrenta agora uma pressão de aliados para se candidatar ao governo no ano que vem. O objetivo deles, é claro, os interesses pessoais, pouco importando o estado de saúde ou de espírito da ex-governadora.

Desgastada com a população e cheia de escândalos nas costas, uma eleição para Roseana seria estafante. E uma derrota seria trágica para a oligarquia Sarney.

A popularidade do governador Flávio Dino também tem sido fator preponderante na decisão de Roseana. Aos mais próximos ela diz que dificilmente vencerá essa eleição, pois lutará contra um adversário preparado e contra a máquina estadual, lembrando da sua derrota em 2006.

Diante desse cenário, Roseana vai cozinhando no imaginário dos apaixonados uma pontinha de esperança, e esperando uma catástrofe que faça Flávio Dino perder, do dia para noite, sua força.

Até a pesquisa encomendada para ela ficar na frente não empolgou a ex-governadora, que, sabendo do resultado real, acabou ficando ainda mais reclusa para o desespero dos seus “aliados”.

PSB DECIDE ADIAR CONGRESSO PARA MARÇO

Coluna Expresso – Duas dúvidas fizeram o PSB adiar seu congresso de outubro deste ano para março de 2018. A primeira é sobre quem controlará a presidência da legenda: o atual presidente, Carlos Siqueira, ou o vice-governador de São Paulo, Márcio França. A segunda diz respeito sobre quem a sigla deverá apoiar para a Presidência da República: Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) ou Geraldo Alckmin (PSDB). Sem essas definições, os caciques acharam melhor deixar o congresso para depois.

CCJ DO SENADO ADIA VOTAÇÃO DE PEC QUE REDUZ MAIORIDADE PENAL

Reprodução da Internet

 A ameaça de votação do tema, reuniu estudantes em frente à comissão e suscitou discursos e notas contra a proposta, que tramita em conjunto com mais três PECs naquela Casa.

Para a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), muitos dos problemas vivenciados pelos jovens brasileiros em relação à violência se devem à falta de ação do Estado em áreas como a educação e o esporte. Ela citou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que mostram que o Brasil tem mais de 20 milhões de adolescentes entre 15 e 17 anos e que uma pequena parte dessa população parte para o mundo do crime.

“Menos de dois mil jovens foram fichados por prática de homicídio. Os números, portanto, mostram que é falso responsabilizar toda a juventude pela incompetência e omissão do Estado e da sociedade em [garantir] os direitos fundamentais básicos à juventude brasileira”, destacou.

De acordo com a senadora, é preciso analisar se o encarceramento da juventude terá algum efeito prático sobre a violência. Vanessa lembrou que o Brasil possui a quarta maior população carcerária do mundo, com 563 mil pessoas encarceradas, de acordo com levantamento feito em 2014 pelo Conselho Nacional de Justiça, atrás apenas dos Estados Unidos, da China e da Rússia.

“Me assusta muito ouvir de muitos que a forma de combater a escalada da violência é diminuindo a maioridade penal e armando a população brasileira. No meu entendimento, essas duas medidas, podem agravá-los ainda mais. Além disso, o Estado não tem efetivado a aplicação das medidas socioeducativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente e a proposta de redução da maioridade penal afronta cláusula pétrea da Constituição, art. 228, além de confrontar a Convenção sobre os Direitos da Criança e do Adolescente, as Regras Mínimas de Beijing, as Diretrizes para a Prevenção da Delinquência Juvenil, as Regras Mínimas para a Proteção dos Jovens Privados de Liberdade, o Pacto de San José da Costa Rica e o próprio Estatuto da Criança e do Adolescente”, pontuou a parlamentar.

De acordo com o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), além dos crimes hediondos listados na Lei nº 8.072/1990, a redução da maioridade penal seria cabível na prática de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte e reincidência em roubo qualificado. Ao contrário do que previa a proposta do senador Aloysio Nunes, o relator decidiu excluir desse rol o crime de tráfico de drogas.

O anúncio do retorno da discussão sobre redução da idade penal gerou ainda algumas notas de repúdio. O Ministério dos Direitos Humanos, por meio da Secretaria Nacional de Cidadania, divulgou nota nesta quarta-feira (20) em que manifesta “profunda preocupação” quanto à PEC 33/12. O órgão reforçou o argumento de que o texto é inconstitucional, ignora o “colapso” do sistema prisional brasileiro e viola o direito dos adolescentes.

Já a nota do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) destacou que a redução da idade penal não resolverá o problema de segurança e dos altos índices de violência no país. “No Brasil, os adolescentes são hoje mais vítimas do que autores de atos de violência. São eles que estão sendo mortos em número alarmantes. O país precisa se comprometer com a garantia de oportunidades para que suas crianças e seus adolescentes se desenvolvam plenamente, sem nenhum tipo de violência.”

Apesar das divergências, a proposta deve retornar à pauta da CCJ do Senado na próxima semana. Caso seja aprovada no colegiado, a proposta segue para votação no Plenário daquela Casa.

Do PCdoB na Câmara

“QUEM AMA CUIDA” SEMANA NACIONAL DE VALORIZAÇÃO DA PESSOA IDOSA VAI SER REALIZADA EM PINHEIRO

No 1º dia do mês de outubro celebra-se o Dia do Idoso no Brasil, E como parte integrante da comemoração da Semana Nacional de Valorização da Pessoa Idosa que acontecerá do dia 24 de setembro a 01 de outubro a Pastoral da Pessoa Idosa estará desenvolvendo ações em toda cidade para levar até a sociedade os cuidados, orientações e formação adequada para o tratamento com os nossos idosos, entre outras ações teremos: palestra socioeducativas nas escolas, divulgação nos rádios e tvs, panfletagem em praças e semáforos, celebrações religiosas e outras.

Uma peça fundamental nesse trabalho e que atua como elo propagador é o Líder Comunitário da Pessoa Idosa, que na Paroquia de Santo Inácio de Loyola soma-se mais de 42 líderes que atuam com visitas mensais de acompanhamento e orientações aos idosos. O Líder Comunitário da Pastoral da Pessoa Idosa é uma pessoa voluntária, que mora na mesma comunidade e que recebeu capacitação para realizar o acompanhamento das pessoas idosas da sua comunidade. Na capacitação que dura em média 12 horas, a pessoa recebe orientação sobre como fazer uma visita domiciliar, sobre cada indicador do acompanhamento às pessoas idosas, sobre vários temas que estão implicados em cada indicador do acompanhamento e sobre o sistema de informação: caderno do líder e a FADOPI – Folha de Acompanhamento Domiciliar da Pessoa Idosa.

Qualquer pessoa pode ser um voluntário em sua comunidade  para acompanhar os idosos através da Pastoral da Pessoa Idosa. Através do líder comunitário, que visita todos os meses as pessoas idosas cadastradas em seu caderno, os idosos e familiares são orientados sobre a importância de movimentar-se, desenvolver alguma atividade física, ingerir líquidos, prevenir as quedas, tomar as vacinas. Identifica necessidades nas pessoas idosas e encaminha, no caso de incontinência urinária, ou atualização das vacinas, para as Unidades de Saúde.

Em Pinheiro esse trabalho é desenvolvido nas paróquias de Santo Inácio, São Benedito, São José e Pacas.  Já na região que compreende a diocese de Pinheiro, o trabalho do líder da Pastoral é realizado nos municípios: Cedral, Porto Rico, Peri Mirim e Turiaçu.

PINHEIRO RECEBERÁ CENTRAL DE ABASTECIMENTO E OBRA DE URBANIZAÇÃO DA LAGOA DO PERICUMÃ

Em Brasília, Luciano Genésio também conseguiu liberação de dez equipes do ESF; inclusão da cidade na área de atuação da Codevasf; e recursos para oferecer serviços de saúde de alta complexidade.

Acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Pinheiro, vereador Elizeu de Tantan (PP), o prefeito Luciano Genésio (Avante) cumpriu, nesta última segunda-feira (12), extensa agenda de trabalho em Brasília.

Em reunião com o senador Roberto Rocha (PSB), Genésio recebeu a boa notícia informando que a cidade será incluída na área de atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, o que garantirá novos recursos federais para serem investidos em obras diversas.

O projeto que inclui Pinheiro no raio de abrangência da Codevas foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal e seguiu para sanção do presidente Michel Temer (PMDB).

O senador também atendeu pedido de Genésio e disponibilizou emendas de sua autoria que garantem recursos no bojo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para construção no município de uma Central de Abastecimento e execução da obra de urbanização e revitalização da Lagoa do Pericumã – esta última orçada em cerca de R$ 4 milhões.

“São duas obras importantíssimas. A primeira está relacionada ao trabalho direcionado ao Mercado Municipal. A segunda transformará a lagoa em um belo balneário dotado de ótima infraestrutura para receber pinheirenses e maranhenses de todos os cantos do estado”, disse o prefeito.

Sobre ações no setor da saúde, Luciano Genésio esteve reunido com o deputado federal André Fufuca (PP) e representantes do Ministério da Saúde.

Na oportunidade, ele recebeu a garantia acerca da liberação inicial de R$ 2,5 milhões – de um total de R$ 5 milhões – para transformar o Hospital Municipal Materno Infantil em unidade de atendimento de alta complexidade.

Também foi assegurada a liberação de recursos para reimplantação de dez equipes de profissionais do programa Estratégia Saúde da Família (ESF).

Este quantitativo de equipes, é importante destacar, estava suspenso desde 2016 devido a problemas apresentados pela gestão municipal passada.

“Com a liberação, em breve voltaremos a operar com 19 equipes, o que aumentará a abrangência do serviço ofertado”, comemorou o prefeito.

POR UNANIMIDADE: TRIBUNAL DE JUSTIÇA NEGA RECURSO E MANTEM FILUCA MENDES INELEGÍVEL

Ex-prefeito Filuca Mendes

O ex-prefeito de Pinheiro-MA Filuca Mendes sofreu mais uma derrota na Justiça. No último dia 04 de setembro, o ex-gestor teve seu recurso contra ação do Ministério Público do Estado negado por unanimidade.

“A primeira Câmara Cível, por votação unânime, negou provimento ao recurso, nos termos do voto do desembargador relator”, diz trecho da decisão.

No seu pedido, Filuca defendia o conhecimento do recurso de apelação interposto, na medida em que se trata de rotina administrativa da Comarca de Pinheiro o recebimento de petições por e-mail e que a prática em questão assemelha-se ao fac-símile.

O ex-gestor enviou seu recurso por e-mail e em razão disso não foi considerado válido pela Corte.

“Desse modo, mostrando-se incabível a interposição do recurso via e-mail, consoante pacífico entendimento do Superior Tribunal de Justiça, Supremo Tribunal Federal e desta colenda Primeira Câmara Cível, não há razão para modificação da conclusão alcançada pela decisão monocrática, que negou seguimento à apelação cível n. 57.975/2016.”, analisou o desembargador e relator Kleber Costa Carvalho.

Veja o processo no link abaixo:

PROCESSO FILUCA MENDES

FMF DIVULGA TABELA DA SEGUNDONA DO MARANHENSE 2017!

A Federação Maranhense de Futebol (FMF), divulgou no início da noite da terça-feira (12) a Tabela do Campeonato Maranhense de Futebol da Segunda Divisão 2017.

Competição esta que contará com a participação de 06 equipes divididas em dois grupos com jogos de ida/volta, classificando duas em cada grupo para a fase de Semi Final.

A FMF oferece apenas uma vaga (ao Campeão) para a Primeira Divisão em 2018. A competição terá início no próximo dia 07 de outubro com o confronto entre o Bacabal x Timon às 15:45h no estádio Correião. Já o representante da Baixada Maranhense o PAC entrará em campo no dia 08/10 às 16:00h para enfrentar o Expressinho da Capital no Estádio Costa Rodrigues. O time pinheirense esta no Grupo B, ao lado do Expressinho e Chapadinha.

(Por Alberto Ribeiro).

PSB DECIDE EXPULSAR ROBERTO ROCHA E REITERA APOIO À REELEIÇÃO DE FLÁVIO DINO

O Partido Socialista Brasileiro no Maranhão (PSB/MA) realizou Congresso Estadual no último final de semana e tomou importantes decisões políticas que irão refletir nas eleições do ano que vem. A primeira delas foi a expulsão, por unanimidade, do senador Roberto Rocha. A segunda é a continuidade no projeto de mudanças do governador Flávio Dino e a confirmação de apoio à reeleição dele em 2018.

O Congresso Estadual da legenda, que teve a participação do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, foi marcado pela revolta com as posições tiranas do senador Roberto Rocha, que não segue orientação nenhuma do partido nem a nível nacional, muito menos a nível estadual. A permanência de Rocha na sigla se tornou insustentável após o evento que reelegeu o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, como presidente do PSB do Maranhão.

Carlos Siqueira garantiu que o PSB do Maranhão terá total liberdade para decidir o que fará em 2018. “Nós não gostamos dessa ideia. Não me levem e não peçam para eu resolver os problemas do Maranhão. Porque vocês são muito mais capazes do que eu para coletivamente resolverem e decidirem o caminho que vocês devem trilhar”, ressaltou o presidente nacional do partido.

Se depender dos maranhenses, o PSB continuará a marchar no projeto de mudanças do governador Flávio Dino. “Se nós fizermos uma análise do que está sendo feito, do que está sendo proposto, de forma prática, categórica, olhando o antes e o depois e as condições que se tem hoje, o Maranhão tem avançado bastante. Nós não podemos parar esse avanço que o Maranhão tem. E essa vai ser a nossa linha desse nosso campo”, garantiu Luciano Leitoa o apoio do partido com o governador Flávio Dino.

“Em 2018 o nosso governador chama-se Flávio Dino”, cravou o deputado estadual Bira do Pindaré. Quem também fez coro à continuidade da aliança do PSB com o PCdoB foi o também deputado Rafael Leitoa, que defende o seguimento em um projeto que tantos frutos vem dando ao povo do Maranhão.

Os prefeitos de São Mateus e Santa Luzia do Paruá, Miltinho Aragão e Plácido Holanda, respectivamente, usaram a palavra para destacar o compromisso que o governador Flávio Dino tem com o povo do Maranhão, e que por isso o PSB deve seguir junto com esse projeto.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, Marcelo Coelho, reforçou a sinalização de que o PSB tem que continuar na base do governo Flávio Dino, com o projeto de mudar o Maranhão. “É importante que o PSB figure como um dos grandes elementos dessa mudança”, enfatizou.

Após a manifestação dos membros do PSB do Maranhão, a certeza de que a maioria do partido apoiará o governador Flávio Dino e repudia as tentativas individuais e egoístas de Roberto Rocha, cresce a cada dia. Se quiser sair candidato a governador, o senador deve procurar outra sigla…

CRISE EM BRASÍLIA: PF VÊ INDÍCIOS DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA QUE ENVOLVE TEMER

Brazil’s President Michel Temer attends the plenary session during the BRICS Business Forum at the BRICS Summit in Xiamen, Fujian province, China: TEMER NA CHINA: o presidente manteve a agenda, e volta ao Brasil na terça-feira / Fred Dufour/ Reuters

Brasília – A Polícia Federal concluiu que houve indícios de crimes cometidos pela Cúpula do PMDB, incluindo o presidente Michel Temer e seus ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), no inquérito que investiga o chamado “quadrilhão da Câmara”.

“Integrantes da cúpula do partido supostamente mantinham estrutura organizacional com o objetivo de obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública direta e indireta”, disse a PF em nota.

De acordo com o relatório, o grupo cometeu corrupção ativa, passiva, lavagem de dinheiro, fraude em licitação, evasão de divisas, entre outros crimes.

Estão ainda na lista de investigados o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso novamente na semana passada no âmbito da operação Cui Bono, depois que 51 milhões atribuídos a ele foram encontrados em um apartamento em Salvador.

A investigação inclui ainda o deputado cassado Eduardo Cunha, preso em Curitiba pela operação Lava jato e o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves, preso na operação que investiga corrupção na construção da Arena das Dunas, em Natal.

Em nota, a Secretaria de Imprensa da Presidência afirmou que o “presidente Michel Temer não participou e nem participa de nenhuma quadrilha, como foi publicado pela imprensa, deste 11 de setembro. O Presidente tampouco fez parte de qualquer “estrutura com o objetivo de obter, direta ou indiretamente, vantagens indevidas em órgãos da administração pública”.

O texto ainda afirma que as acusações são “insinuações descabidas”, vazadas para “tentar denegrir a honra e a imagem pública” do presidente antes mesmo de serem apreciadas pela Justiça.

Em outra nota, “o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, informa que só irá se pronunciar quando e se houver acusação formal contra ele que mereça resposta”.

Moreira Franco respondeu à Reuters afirmando que “jamais” participou de qualquer grupo para a prática do ilícito.

“Repudio a suspeita. Responderei de forma conclusiva quando tiver acesso ao relatório do inquérito. Lamento que tenha que falar sobre o que ainda não conheço. Isto não é democrático”, afirmou.