UMA CRIANÇA FELIZ É BARULHENTA, INQUIETA, ALEGRE E REBELDE

Uma criança feliz, que se diverte interagindo e descobrindo o mundo, é barulhenta e rebelde. No entanto, nos últimos tempos surgiu um movimento que nos chamou muito a atenção e que nos preocupa: a “criançafobia”.

Faz um tempo que aumentou um tipo de oferta em certos hotéis que oferece hospedagem “livre de crianças”. Ou seja, durante a estadia não encontramos bebês e outros menores que nos incomodem à noite com seu choro ou baguncem a piscina com suas brincadeiras.

O mesmo ocorre em alguns bares e restaurantes. Trata-se de uma oferta diferente para todos aqueles que querem passar instantes de paz longe da presença infantil.

Este tipo de movimento está tendo uma grande repercussão nos Estados Unidos e no Reino Unido, o que nos convida a refletir sobre uma questão complexa.

Será que nos esquecemos do que é a infância? Temos tão pouca empatia que somos incapazes de nos conectar com estes anos maravilhosos, barulhentos e rebeldes que definem a infância?

Comente